InglaterraPremier League

Te cuida Arsenal! Liverpool vence Tottenham de virada

Tentando voltar aos bons tempos em seus domínios, o Liverpool recebeu o Tottenham em Anfield para manter a boa série de vitórias. Do outro lado, o Tottenham também estava embalado na Premier League, somando 12 partidas sem derrota, endurecendo a situação para os mandantes. O placar de 3 a 2 para os vermelhos foi justíssimo e refletiu no equilíbrio durante as duas etapas. No fim das contas, quem teve mais vontade de chegar à vitória, levou. Um pênalti de Assou-Ekotto em Suárez decretou o revés da equipe de André Villas-Boas.

O início dos Reds foi impressionante. Criando boas chances e abrindo espaço na defesa dos Spurs, Coutinho e Suárez deram trabalho para Vertonghen e Dawson, que fizeram o possível para barrar as ofensivas dos donos da casa. Mesmo com a forte marcação, os comandados de Brendan Rodgers se lançaram à frente para tentar abrir o placar.

A insistência e os bons passes deram frutos em bom passe de Jose Enrique, achando o uruguaio Suárez em boas condições dentro da grande área. Na saída de Lloris, que mais tarde faria uma besteira enorme, gol do mandante. Ainda sim, os Spurs não se renderam. Bale fez uma partida importante na armação e com muito esforço conseguiu se desvencilhar do paredão vermelho que protegia a defesa.

Com a bola no chão, o Tottenham passou a controlar o jogo e intimidar a defensiva do Liverpool, arrematando sempre com perigo. Num lance de bola parada, Jones salvou os Reds em um chute venenoso de Bale, com curva. Era o prelúdio de uma reação que tomaria forma pouco antes do intervalo.

Cruzamento na área de Jones e… gol do Tottenham: Vertonghen, de cabeça. Fim de primeiro tempo. Com a moral em alta, os pupilos de Villas-Boas retornaram para a segunda etapa com a faca entre os dentes, para mais 45 minutos de excelente futebol praticado pelas duas partes. Outro cruzamento na cozinha vermelha e… gol do Tottenham, com oito da etapa complementar. Quem? Vertonghen, aproveitando a sobra. De imediato, muitos pensaram que seria o fim da linha para Rodgers e sua trupe, mas com determinação e uma ajudinha de Lloris, tudo deu certo.

Abusando dos passes longos, o Liverpool achou sua mina de ouro. Lloris tinha tempo e espaço para dar um bicão em bola atrasada, mas furou de forma vergonhosa e deixou Downing em perfeitas condições para empatar. Depois disso, só deu o time da casa, que soube lidar com as adversidades em campo, fechando mais o seu meio e melhorando a ligação com o ataque.

Bem mais franco, o embate virou para o lado dos Reds, que permaneceram mais tempo com a bola em posse nos minutos finais. Não concederam espaço e nem oportunidade para os Spurs tentarem devolver os golpes. Restou a Assou-Ekotto decidir a batalha, derrubando Suárez dentro da área num pênalti. Gerrard não brincou e balançou as redes, 3 a 2 e quem permanece em alta é o Liverpool, que chega a sua terceira vitória consecutiva, também interrompendo uma série incrível do Tottenham, em 12 compromissos sem uma derrota sequer.

Somando 45 pontos na tabela, dois a menos que o Arsenal, ainda com um jogo a menos. O Tottenham, por sua vez, empacou no terceiro posto e pode ser ultrapassado pelo Chelsea.

Formações iniciais

football formations

Destaque do jogo

Suárez certamente resolveu mais uma vez a vida da sua equipe. O uruguaio tem sido o destaque dos Reds na temporada e nesta tarde colaborou com o gol inaugural, aos 21 minutos, sem falar no pênalti sofrido perto do apito final, em falta grosseira de Assou-Ekotto. Decisivo, se movimentou demais no papel de meia-atacante, atrás de Sturridge. Fosse o centroavante, a história teria sido menos sofrida para o Liverpool.

Momento-chave

Quando um jogo está aberto e com as duas equipes lutando lance a lance pela vitória, é ideal que não haja nenhum deslize defensivo, pois os atacantes se aproveitarão dele na menor brecha possível. Em dois momentos, Lloris e Assou-Ekotto mostraram estar desatentos e dois gols foram originados dessas falhas. Downing e Suárez agradecem.

Os gols

21’/1T- GOL DO LIVERPOOL!
Suárez recebe passe diagonal de Jose Enrique e toca por cima de Lloris.

45’/1T – GOL DO TOTTENHAM!
Vertonghen completa cruzamento de Bale e testa no canto da meta de Jones.

8’/2T – GOL DO TOTTENHAM!
Vertonghen de novo! O belga aproveita a sobra de uma dividida pelo alto e chuta forte para virar o jogo.

20’/2T – GOL DO LIVERPOOL!
Que furada! Lloris sai mal do gol em bola atrasada, fura o chute e deixa fácil para Downing marcar.

38’/2T – GOL DO LIVERPOOL!
Gerrard cobra pênalti com segurança e vence Lloris para colocar os Reds na frente do placar novamente!

Curiosidade

A maior vitória do Liverpool em Anfield diante do Tottenham foi em 1 de setembro 1978, por 7 a 0, pela Primeira divisão inglesa. Era o esquadrão de Clemence, Hansen, Kennedy, Neal, McDermott, Souness e Dalglish, comandados por Bob Paisley.

Ficha técnica

LIVERPOOL 3X2 TOTTENHAM

Liverpool_escudo Liverpool
Brad Jones, Daniel Agger, Jamie Carragher, Jose Enrique, Glen Johnson, Lucas Leiva, Steven Gerrard, Stewart Downing, Phillipe Coutinho (Joe Allen, 14/2T) Luís Suárez, Daniel Sturridge (Jordan Henderson, 42/2T). Técnico: Brendan Rodgers
Tottenham_escudo Tottenham
Hugo Lloris, Jan Vertonghen, Michael Dawson, Kyle Walker, Benoit Assou-Ekotto, Jake Livermore (Lewis Holtby, 39/2T), Scott Parker, Moussa Dembélé, Gareth Bale, Gylfi Sigurdsson, Jermain Defoe. Técnico: André Villas-Boas
Local: Anfield Road (Liverpool, ENG)
Árbitro: Michael Oliver (ENG)
Gols: Suárez, 21/1T, Vertonghen, 45/1T, 8/2T, Downing, 20/2T, Gerrard, 38/2T
Cartões amarelos: Vertonghen, 11/2T, Carragher, 38/2T
Cartões vermelhos: Nenhum

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo