BundesligaEuropaLa LigaLigue 1Premier LeagueSerie A

Quem é que sobe? Os novatos nas ligas europeias em 13/14

O Almería conquistou a última vaga do acesso no Campeonato Espanhol e encerrou um processo neste sábado. Com a confirmação dos rojiblancos em La Liga, todas as principais competições nacionais da Europa já conhecem seus integrantes em 2013/14. Festas que começaram ainda em abril e se estenderam pelas semanas consecutivas, unindo clubes tradicionais e outros novatos.

A maior barbada de todas aconteceu na França. Desde que foi comprado pelo magnata Dmitry Rybolovlev, no final de 2011, o Monaco ensaiava o retorno à elite, mas só alcançou o feito nesta temporada. E já começou a derramar um caminhão de dinheiro para estar no topo da Ligue 1 em 2013/14, levando Radamel Falcao García, James Rodríguez e João Moutinho.

Outros times impressionaram pela forma como mobilizaram as massas. Maior clube da capital alemã, o Hertha Berlim levou 40 mil pessoas por jogo na campanha rumo ao título na segundona. E não foi a única camisa de peso a ter sucesso nesta temporada, assim como foi com o Nantes, dono de oito títulos na França, e com o Belenenses, o primeiro a quebrar o domínio do trio de ferro em Portugal.

A temporada também foi benéfica com alguns times tradicionais que estavam longe da elite fazia um bom tempo. O Hellas Verona, campeão da Serie A em 1984/85, é o maior exemplo, seguido por Cardiff City, Eintracht Braunschweig, Elche e Go Ahead Eagles. Ainda na Itália, outro destaque é o Sassuolo, estreante na elite graças à excelente gestão. Espera seguir o exemplo do Villarreal, que fez o mesmo há pouco mais de uma década e agora está novamente em La Liga. Um sucesso que, sem dúvidas, todos querem alcançar.

stepmap-karte-teams-europe-1292768

Confira os clubes que ascenderam nas principais ligas europeias:

Alemanha

Hertha Berlim – Campeão da 2 Bundesliga – longe da elite desde 2011/12 – 31 temporadas na 1ª
Eintracht Braunschweig – Vice da 2 Bundesliga – longe da elite desde 1984/85 – 21 temporadas na 1ª

Espanha

Elche – Campeão da 2ª División – longe da elite desde 1988/89 – 19 temporadas na 1ª
Villarreal – Vice da 2ª División – longe da elite desde 2011/12 – 13 temporadas na 1ª
Almería – Campeão da repescagem – longe da elite desde 2010/11 – 4 temporadas na 1ª

França

Monaco – Campeão da Ligue 2 – longe da elite desde 2010/11 – 55 temporadas na 1ª
Guingamp – Vice da Ligue 2 – longe da elite desde 2003/04 – 7 temporadas na 1ª
Nantes – Terceiro da Ligue 2 – longe da elite desde 2008/09 – 45 temporadas na 1ª

Inglaterra

Cardiff City – Campeão da Championship – longe da elite desde 1961/62 – 15 temporadas na 1ª
Hull City – Vice da Championship – longe da elite desde 2009/10 – 2 temporadas na 1ª
Crystal Palace – Campeão da repescagem – longe da elite desde 2004/05 – 13 temporadas na 1ª

Itália

Sassuolo – Campeão da Serie B – estreante na elite
Hellas Verona – Vice da Serie B – longe da elite desde 2001/02 – 24 temporadas na 1ª
Livorno – Campeão da repescagem – longe da elite desde 2009/10 – 17 temporadas na 1ª

Holanda

Cambuur – Campeão da Eerste Divisie – longe da elite desde 1999/00 – 4 temporadas na 1ª
Go Ahead Eagles – Campeão da repescagem – longe da elite desde 1995/96 – 28 temporada na 1ª

Portugal

Belenenses – Campeão da Segunda Liga – longe da elite desde 2009/10 – 72 temporadas na 1ª
Arouca – Vice da Segunda Liga – Estreante na elite

[embedcode get="script" playlist_id="match"]
Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo