França

A misteriosa frase de Macron a Mbappé: craque vai virar problema diplomático?

A revelação de um trecho da conversa entre Macron e Mbappé marcou novo capítulo entre os rumores envolvendo PSG e Real Madrid

Não é de hoje que Kylian Mbappé é um dos principais (para não dizer o maior) esportistas da França atualmente. Campeão da Copa do Mundo em 2018 e vice no Mundial de 2022, o atacante é o grande nome do PSG, o que atrai olhares para a Ligue 1. Esse cenário ajuda a explicar como a possível saída do craque para o Real Madrid envolve até mesmo o presidente do país: Emmanuel Macron.

Na noite da última terça-feira (27), Macron e Tamim bin Hamad al-Thani, emir do Catar e dono do Paris Saint-Germain, receberam Mbappé para um jantar de gala no Palácio Élysée. Segundo o canal francês RMC, o encontro serviu como uma “última cartada” para tentar convencer o atacante a renovar seu contrato com os Parisienses, que se encerra em junho deste ano.

Nas últimas semanas, veículos europeus noticiaram que o craque francês já comunicou ao PSG seu desejo de sair ao final desta temporada. O Real Madrid é o grande favorito a assinar com Kylian Mbappé. E um trecho da conversa entre Emmanual Macron e o atacante dos Parisieneses foi revelado, cuja frase misteriosa levantou uma dúvida: o craque vai virar um problema diplomático?:

“Você vai criar problemas para nós”, disse Macron.

Aqui vale ressaltar que, logo após a frase, o presidente da França caiu na risada com o emir e o atacante do Paris Saint-Germain. Na sequência, Tamin desejou “boa sorte” para Mbappé. Outros momentos do diálogo são inaudíveis, enquanto o contexto da conversa entre o trio não pôde ser detalhado. Fato é que essa não é a primeira vez que o atacante dos Parisienses vira assunto para Macron.

Os bastidores do encontro entre Macron, Mbappé e Tamin

De acordo com o jornal L'Equipe, Tamim bin Hamad al-Thani foi a Paris para tratar sobre um cessar-fogo na Faixa de Gaza. Esta foi a primeira visita de Estado do emir do Catar à capital da França desde que subiu ao trono, em 2013, conforme informado pela Presidência do país. Em meio aos assuntos diplomáticos com Emmanuel Macron, o dono do PSG viu o jantar como uma oportunidade de tentar convencer Kylian Mbappé a permanecer no clube.

Enquanto saboreavam o prato principal do evento de gala – uma raríssima lagosta azul da Bretanha acompanhada de manteiga com trufa e batatas assadas – o atacante do Paris Saint-Germain contou para o emir sua intenção de se transferir ao término de 2023/24. O jornal espanhol Marca chegou a cravar que o astro francês já assinou um contrato com o Real Madrid com duração de cinco anos.

O presidente da França, por sua vez, parabenizou Mbappé por sua atuação na Copa do Mundo, além de tentar convencê-lo a disputar os Jogos Olímpicos de Paris-2024. O atacante do PSG carrega esse desejo, tanto que já o tornou público algumas vezes. Não se sabe ao certo se Macron também tentou fazer com que o craque não deixasse a Ligue 1, mas declarações passadas dão uma pista.

Na última vez que Kylian Mbappé esteve envolvido em especulações envolvendo uma troca dos Parisienses pelos Merengues, o presidente francês defendeu publicamente a permanência da estrela no Paris Saint-Germain e até mesmo declarou que faria “pressão” contra a transferência. Pelo jeito, agora nem mesmo Emmanuel Macron e Tamim bin Hamad al-Thani vão impedir o atacante a ir para o Real Madrid.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo