Eurocopa

Itália anuncia convocados para a Euro 2020 com Raspadori e Tolói na lista

Atacante do Sassuolo fez ótima temporada e consegue entrar na lista final de 26 nomes; Gianluca Mancini, Matteo Pessina e Matteo Politano ficam fora

A Itália demorou, mas anunciou seus convocados para a Eurocopa 2020 (que será realizado neste ano de 2021). O técnico Roberto Mancini incluiu o atacante Giacomo Raspadori, do Sassuolo, que foi o nome mais surpreendente. Da pré-lista de convocados, ficaram fora Gianluca Mancini, Matteo Pessina e Matteo Politano. Além deles, o zagueiro brasileiro Rafael Tolói, que tem passaporte italiano, também foi convocado. Raspadori, que não estava na lista inicial, acabou convocado depois da seleção italiana sub-21 ter sido eliminada do europeu da categoria.

O anúncio foi feito na RAI, tradicional canal italiano, em um programa, digamos, um tanto peculiar. Nada comparado à maravilhosa convocação italiana para a Copa 2014 ao som do hino italiano, que é talvez a melhor forma de convocação em todos os tempos (obviamente não foi a oficial, mas é a que nós guardamos no coração).

Raspadori ganhou repercussão na metade final da temporada pelo Sassuolo. O atacante jovem e habilidoso, fez 28 jogos e marcou seis gols, além de três assistências. De todos os jogos, foi titular em metade deles, com destaque especialmente para a reta final em abril e maio. Dos seus seis gols, cinco foram a partir de abril. Foram gols bastante importante: no empate contra a Roma; na virada sobre o Milan; na vitória sobre o Genoa; na derrota para a Juventus. Seu estilo de jogo é de carregar a bola e fazer tabelas com passes curtos. Virou uma sensação no final da Serie A, o que acaba pesando para que ele esteja na lista final.

O elenco é bastante experiente. O goleiro Salvatore Sirigu, de 34 anos, está na lista, mas deve ser reserva de Gianluigi Donnarumma (22 anos). O outro goleiro é Alex Meret (24). Na defesa, os nomes mais experientes: Giorgio Chiellini, 36 anos, capitão do time; Leonardo Bonucci, 34 anos; o lateral Alessandro Florenzi, 30; Francesco Acerbi, 33; Rafael Tolói, 30.

No meio-campo e no ataque, porém, só um jogador tem ao menos 30 anos: o atacante Ciro Immobile, de 31. Todos os demais estão abaixo dos 30 anos. O mais jovem entre os convocados é justamente Raspadori, de 21 anos. Além dele, Alessandro Bastoni, zagueiro da Inter, é meses mais velho que Donnarumma, ambos com 22 anos. Manuel Locatelli, do Sassuolo, tem 23, assim como Federico Chiesa. No meio-campo, o técnico Roberto Mancini tem jogadores jovens à disposição, como Nicolò Barella e Lorenzo Pellegrini, ambos de 24 anos.

Stefano Sensi, da Inter, foi incluído, apesar de desconfianças em relação à sua condição física. O jogador, de 25 anos, atuou pouco na temporada pelo seu clube, atrapalhado pelas lesões. Gianluca Mancini, que fez boa temporada pela Roma, acabou preterido por Rafael Tolói, outro que foi bem e ganhou sua primeira convocação em março. O jogador mostrava saber o tamanho da oportunidade e tinha esperanças de chegar à Eurocopa.

“Nós esperamos que essa aventura dure o máximo possível e possamos fazer os italianos felizes”, afirmou Mancini durante o programa da RAI em que o elenco foi anunciado. “Nossa seleção nasceu depois da decepção de não ir para a Copa 2018 e muitos jogadores jovens vieram, felizmente começamos forte e isso ajudou a criar uma atmosfera positiva”.

A Itália está no Grupo A da Eurocopa e estreia no dia 11 de junho contra a Turquia, em Roma. Depois, joga contra a Suíça, no dia 16, e contra Gales, no dia 20, fechando a chave de grupos.

Confira a lista de convocados da Itália para a Eurocopa 2020 (já com a numeração):

Goleiros: 21-Gianluigi Donnarumma (Milan), 26-Alex Meret (Napoli), 1-Salvatore Sirigu (Torino);

Defensores: 15-Francesco Acerbi (Lazio), 23-Alessandro Bastoni (Internazionale), 19-Leonardo Bonucci (Juventus), 3-Giorgio Chiellini (Juventus), 2-Giovanni Di Lorenzo (Napoli), 13-Emerson Palmieri (Chelsea), 24-Alessandro Florenzi (PSG), 4-Leonardo Spinazzola (Roma), 25-Rafael Tolói (Atalanta);

Meio-campistas: 18-Nicolò Barella (Internazionale), 16-Bryan Cristante (Roma), 8-Jorginho (Chelsea), 5-Manuel Locatelli (Sassuolo), 7-Lorenzo Pellegrini (Roma), 12-Stefano Sensi (Internazionale), 6-Marco Verratti (PSG);

Atacantes: 9-Andrea Belotti (Torino), 11-Domenico Berardi (Sassuolo), 20-Federico Bernardeschi (Juventus), 14-Federico Chiesa (Juventus), 17-Ciro Immobile (Lazio), 10-Lorenzo Insigne (Napoli), 22-Giacomo Raspadori (Sassuolo).

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo