Eliminatórias da CopaItália

Rafael Tolói comemora estreia pela seleção italiana: “Sei que é uma oportunidade única para mim”

Rafael Tolói fez a sua estreia nesta data Fifa pela seleção italiana em vitória sobre a Lituânia por 2 a 0, nesta quarta. O ex-zagueiro de Goiás e São Paulo atua no futebol italiano desde 2014. Depois de uma passagem por empréstimo pela Roma, em 2014, ele foi contratado em definitivo pela Atalanta em 2015. De lá para cá, se tornou um jogador importante no clube e participou do crescimento da equipe. Atualmente, aos 30 anos, é o capitão do time e foi convocado pela primeira vez pela seleção italiana – ele tem passaporte do país por antepassados italianos.

Tolói chegou a atuar pela seleção sub-20 do Brasil em 2009, quando foi titular do time que disputou o Mundial da categoria. Pelas regras da Fifa, ele só poderia jogar por outra seleção se já tivesse o passaporte italiano na época que jogou na seleção de base do Brasil, o que era caso. O Brasil perdeu aquele Mundial para Gana, nos pênaltis.

A estreia pela seleção italiana aconteceu nesta quarta-feira, em jogo das Eliminatórias da Copa contra a Lituânia. Os italianos venceram por 2 a 0, em uma partida relativamente tranquila, e o ítalo-brasileiro entrou em campo com a camisa da Azzurra pela primeira vez. Ele não tinha entrado nos dois jogos anteriores na mesma data Fifa. Sua estreia foi bem avaliada, jogando no lado direito da defesa.

“Foi muito emocionante fazer a minha estreia, mas eu me adaptei muito rapidamente a este grupo fantástico e eu estou muito feliz em me tornar parte desta família”, afirmou Tolói à RAI Sport.

“Foi um jogo duro nesta noite [quarta] porque foi em um campo de grama artificial e muito difícil de fazer a bola de mexer de um lado para outro. Nós conseguimos conquistar os três pontos e eu estou muito feliz”.

O jogador falou sobre a adaptação que precisou fazer ao ser escalado como titular contra a Lituânia. “A Nazionale defende com quatro, então eu fui lateral direito ali. Como todo mundo sabe, a Atalanta joga com três na defesa e com alas”, explicou. “Eu não achei difícil me adaptar, porém. Eu estou muito feliz e agora é momento de ir para casa e focar na Atalanta”. Na prática, o time jogava com três zagueiros, com Tolói pela esquerda, Gianluca Mancini pelo centro e Alessandro Bastoni pela esquerda.

Com a Eurocopa tão próxima, já em junho, Tolói foi perguntado se acha que poderá ser convocado para o torneio. “Eu não sou um garoto, tenho 30 anos, eu sei que é uma oportunidade única para mim. Eu fiz o meu melhor, não foi fácil nesse campo, mas eu estou feliz em ter feito minha estreia. Agora, a única forma de voltar à seleção é continuar bem com a Atalanta”, afirmou o zagueiro. “Eu realmente gostei muito desses 10 dias com a seleção italiana”.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo