Eurocopa 2024

Título da Euro evitaria mais uma marca vergonhosa para a seleção da Inglaterra

Campeão da Copa do Mundo de 1966, o English Team amarga 58 anos sem conquistas

Para aqueles que acreditam em carma, sem dúvidas, o polêmico gol de Hurst em favor da Inglaterra na final da Copa de 1966 ainda cobra seu preço.

São 58 anos de sofrimento, angústia e tristeza por parte dos ingleses, que nunca mais ganharam nada, apesar de formarem esquadrões de respeito.

O English Team está na final da Eurocopa e terá a chance de encerrar este longo jejum. Nesta quarta-feira, o time inglês bateu a Holanda, de virada, pelo placar de 2 a 1, e enfrentará a Espanha domingo (14), na decisão do torneio continental.

Em toda a história do futebol, apenas uma seleção europeia detém a marca negativa de mais de 60 anos sem vencer uma competição importante.

O posto é da Rússia, campeã da primeira edição da Eurocopa, em 1960, e que nunca mais conseguiu retomar seu protagonismo no cenário internacional.

A Inglaterra está perto deste número incômodo. Caso não vença a Espanha na final da Euro, será a segunda seleção europeia a passar 60 anos sem conquistar um troféu no futebol internacional. 

Portanto, o peso desta final é ainda mais alto para o English Team, já que algumas gerações de torcedores não aguentam mais a esperar.

Inglaterra tenta quebrar jejum e conquistar título inédito

De todas as seleções europeias que já conquistaram a Copa do Mundo, a Inglaterra é a única que ainda não faturou a Eurocopa.

Em 2020, a final foi realizada em Wembley, o que aumentou a esperança do torcedor pelo título. A seleção inglesa chegou perto, se classificou para a final, mas acabou perdendo nos pênaltis para a Itália. 

Em 1968 e 1996, a equipe chegou até as semifinais.  Aliás, a Euro disputada há 28 anos teve como palco a própria Inglaterra. Comandadas por uma geração talentosíssima com jogadores do naipe de Shearer, Ince e Gascoine, os anfitriões eram os favoritos ao título.

No entanto, após passar nos pênaltis pela Espanha nas quartas de final, a Inglaterra acabou eliminada pela campeã Alemanha na semi, e amargou outra dolorida eliminação em casa. 

Portanto, mais do que encerrar um jejum quase sexagenário de títulos, o time inglês quer pela primeira vez alcançar o ponto mais alto no futebol europeu.

Inglaterra comemora gol da classificação contra a Holanda
Inglaterra comemora gol da classificação contra a Holanda. Foto: Icon Sport

Espanha busca hegemonia no cenário

Se de um lado a Inglaterra tenta vencer sua primeira Eurocopa, do outro lado da decisão, a Espanha busca se isolar como maior campeã do torneio.

Com três títulos, a Fúria está empatada com a Alemanha como maior vencedora da Euro. Se vencer neste domingo, vai a quatro conquistas, se isolando como pais mais vezes campeão do continente.

Espanha e Inglaterra se enfrentam no Estádio Olímpico de Berlim às 16h (horário de Brasília). As duas seleções apresentaram um rendimento completamente diferente na competição.

Enquanto a Fúria foi soberana na maioria dos confrontos, a Inglaterra sofreu com o fraco rendimento na fase de grupos e em parte da fase eliminatória.

Alvo de inúmeras críticas por parte da mídia pelo mau futebol apresentado, o técnico Southgate soube contornar a situação em seu favor.

Os jogadores em campo se fecharam ainda mais após a classificação diante da Suíça, nas quartas de final, e diante da Holanda apresentou seu melhor jogo na competição.

Sendo assim, a promessa é de um jogo intenso, com ingredientes que farão do embate um dos mais emocionantes da história do cenário europeu.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de SouzaRedator

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo