Eurocopa 2024

A declaração da Federação Francesa sobre Deschamps após eliminação da Euro

Presidente da entidade não vê razão para trocar o comando técnico por conta dos resultados em campo

Didier Deschamps será mantido como técnico da França, apesar do fraco rendimento em campo nesta Eurocopa. Os Les Bleus foram eliminados pela Espanha na última terça-feira (9), após derrota por 2 a 1 na semifinal.

Para o presidente da Federação Francesa de Futebol, Philippe Diallo, não há razões para a troca de comando técnico, devido aos resultados alcançados anteriormente.

Com Deschamps, a França conquistou a Copa do Mundo de 2018, o vice-campeonato da Euro em 2016 e foi vencedor da Nations League em 2020/2021. 

O dirigente confirmou que o treinador cumprirá seu contrato até o final. Sendo assim, está garantido no cargo até a Copa do Mundo de 2026.

— Não vejo razão para questionar o seu contrato. Os resultados anteriores falam por ele e os objetivos foram alcançados. Didier continuará a sua missão. Durante este mês, vi muito profissionalismo, busca pela excelência. Devemos manter a seleção francesa nesta direção — afirmou Diallo.

Respeito e poder de liderança mantém Deschamps no cargo

Escolhas duvidosas, mudanças no esquema de jogo, insatisfação de alguns jogadores, enfim, poderíamos aqui listar alguns motivos para as fracas exibições da França nesta Eurocopa.

A decepção pelas exibições ruins do time francês em campo foi o principal ponto do questionamento acerca da permanência do treinador a frente dos Le Bleus.

No entanto, a figura de Didier Deschamps é muito respeitada no vestiário. Os jogadores aplicam rigorosamente o que é pedido em campo pelo treinador.

Portanto, a Federação Francesa de Futebol entende que mudar o comando técnico agora não é uma decisão inteligente a se fazer.

Didier Deschamps assumiu a França em 2012, e de lá para cá comandou a equipe em 160 jogos. São 102 vitórias, 30 empates e 28 derrotas*.

Para Philipe Diallo, Deschamps fez o melhor pelo selecionado francês até agora. Portanto, é o nome mais indicado a permanecer na equipe, que terá as Eliminatórias para a Copa do Mundo, e a Nations League para disputar em breve.

— Quando olhamos para a sua carreira à frente da seleção francesa, ela é excepcional. Didier liderou esta equipe da melhor maneira possível durante o Euro — reiterou o dirigente.

*Fonte: Transfermarkt

Deschamps durante a semifinal da Eurocopa
Deschamps ganhou mais um voto de confiança da Federação Francesa de Futebol. Foto: Icon Sport

França não teve padrão de jogo durante a Eurocopa

Didier Deschamps tem um dos elencos mais talentosos do futebol mundial nas mãos. No entanto, o experiente treinador pareceu não saber o que fazer com tanta qualidade sob sua tutela.

O fraco desempenho do time francês na Eurocopa tem relação direta com as várias mudanças no esquema tático promovidas pelo comandante. 

Deschamps utilizou quatro esquemas diferentes nos seis jogos que fez nesta Euro. Como consequência, teve muitas dificuldades para criar oportunidades.

Griezmann chegou a criticar as mudanças nas formações durante a Eurocopa. O meia atacante afirmou que precisou se sacrificar para tentar se adaptar aos diferentes modelos de jogo.

— Tentei dar tudo de mim com muitas mudanças táticas e posicionais. Você tinha que se adaptar o tempo todo – criticou Griezmann.

Para facilitar as coisas ao seu principal jogador, Kylian Mbappé, Deschamps parece ter sacrificadp o rendimento coletivo do resto da equipe.

Contra a Espanha, na última terça-feira, isso ficou claro. O atacante do Real Madrid pouco fazia para marcar quando perdia a bola, sobrecarregando o restante do time.

Ao recuperar a bola, os jogadores iniciavam a jogada procurando por Mbappé na grande maioria das vezes. Preso ao lado esquerdo, o craque foi alvo fácil da marcação.

Portanto, Deschamps ganha mais um voto de confiança da Federação, mas terá de mostrar mais nos próximos anos, principalmente em termos de rendimento.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de SouzaRedator

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo