Europa

Participação de Cubarsí e Yamal na seleção espanhola pode estar ameaçada

Destaques do Barcelona, Cubarsí e Yamal já figuram na seleção espanhola - mas seus futuros podem ser incertos

Pau Cubarsí e Lamine Yamal carregam algumas semelhanças. Ambos têm menos de 18 anos, mas já se destacam com a camisa do Barcelona. Por conta disso, a seleção espanhola já convocou a dupla para a equipe principal, comandada por Luis de la Fuente. Em meio a esse cenário, as joias do Barça estão cotadas para as disputadas da Eurocopa e dos Jogos Olímpicos de Paris.

Entretanto, a participação de Cubarsí e Yamal na Espanha pode estar ameaçada. Isso porque Bojan Krkić, atual coordenador do Barcelona, acredita que jogar os dois torneios por La Roja pode ser um erro para o zagueiro e o atacante, principalmente pensando na sequência de suas carreiras. Vale lembrar que o ex-jogador surgiu na base dos Blaugranas sob grandes expectativas, das quais nunca conseguiu atingir ao longo de sua trajetória profissional.

Em entrevista ao Sport, Bojan explicou que convocar Pau Cubarsí e Lamine Yamal para a Euro e/ou Olimpíadas seria um problema devido à alta carga de jogos. Ainda tão jovens, os talentos do Barcelona podem sobrecarregar seus corpos com a alta demanda do calendário. Para o coordenador dos Culés, o certo seria a seleção espanhola não exigir demais de suas joias:

“Temos dois eventos importantes, a Eurocopa e os Jogos Olímpicos, e seria um grande erro convocar qualquer um destes jogadores para ambas as competições. Todos temos que estar atentos ao grande desgaste que isso acarreta após a temporada, que já envolve a realização de muitos jogos. Há muitas pessoas em muitas áreas que temos de compreender que são crianças, jogadores em desenvolvimento, e o que temos de tentar é que possam jogar em muitos Campeonatos Europeus e em muitos Jogos Olímpicos”.

Seleção espanhola já cometeu esse erro com o Barcelona

A declaração de Bojan Krkić não foi à toa. A seleção espanhola já cometeu esse erro com o Barcelona ao levar Pedri para os últimos Jogos Olímpicos, disputados em 2021. À época, o meia tinha acabado de surgir como um dos grandes destaques do Barça na temporada. Com apenas 18 anos, a jovem promessa do Barça conquistou a medalha de prata com La Fúria.

O problema é que Pedri terminou a temporada 2020/21 com 73 jogos disputados, um número absurdo para qualquer atleta profissional, principalmente os mais novos. E qual foi o resultado disso? Frequentes lesões. De lá para cá, o meia do Barcelona já sofreu oito problemas físicos, impactando diretamente sua sequência e colocando risco o futuro de sua trajetória no futebol.

Aliás, o traumatologista Pedro Luis Ripoll revelou, em uma entrevista ao Marca no mês passado, como as lesões articulares afetam a cartilagem de crescimento em jogadores mais jovens. Resumindo, a fala do coordenador dos Blaugranas joga a luz sobre uma questão importante no futebol atual: expor atletas à alta demanda de partidas cada vez mais cedo pode custar suas carreiras.

Com a isso, a Espanha precisa decidir se está realmente disposta a levar Cubarsí e/ou Yamal para a Eurocopa, que será realizada entre junho e julho na Alemanha, e/ou para os Jogos Olímpicos de Paris, que está marcada para julho e agosto. Caso esse seja o caso, os dois terão um tempo de descanso (bem) menor antes do início de 2024/25, que promete ser bem puxado para o Barcelona.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo