La Liga

Barcelona oficializa a contratação de Sergio Agüero, um reforço para o ataque e para a permanência de Messi

Muito amigo de Messi, Agüero chega para dar qualidade ao ataque e tentará, aos 33 anos, mostrar que ainda pode brilhar - e espera que ao lado do compatriota

O Barcelona oficializou a contratação do atacante Sergio Agüero, de 32 anos. A chegada do jogador já era dada como certa desde o dia 22 de maio, depois de muitas especulações. Ele chega ao Camp Nou com contrato válido a partir do dia 1º de julho, logo após o seu contrato com o Manchester City se encerrar e assinou contrato de dois anos. É a primeira contratação do novo presidente do clube, Joan Laporta.

O contrato de Agüero prevê uma cláusula de rescisão de € 100 milhões, o que, convenhamos, não deve ser paga por ninguém no período. O jogador irá se apresentar ao clube ainda nesta segunda-feira. Ele esteve em campo no último sábado, na sua última partida com a camisa do Manchester City: a derrota por 1 a 0 para o Chelsea na final da Champions League. Antes, se despediu com festa diante da torcida azul celeste.

Agüero chegou a Barcelona nesta segunda-feira para fazer os exames médicos e assinar, enfim, o contrato com o clube. Nascido em 2 de junho de 1988, fará 33 anos e chega para reforçar o setor de ataque do clube. Havia uma sensação que faltava poder de fogo ao clube, que teve como camisa 9 na última temporada o dinamarquês Martin Braithwaite, esforçado, mas longe de ter qualidade para jogar no Barcelona.

Formado no Independiente, da Argentina, onde estreou ainda com 15 anos no time profissional, Agüero já tem um histórico na Espanha. Ele jogou pelo Atlético de Madrid, seu primeiro clube na Europa, de 2006 a 2011, quando foi contratado pelo Manchester City. Ficou 10 anos na Inglaterra, onde se tornou o maior jogador da história do clube, com muitos títulos e sendo o maior artilheiro dos Citizens.

Agüero chega com muito mais qualidade, ainda que veterano. Torna-se uma espécie de substituto de Luis Suárez, que deixou a Catalunha na temporada passada, foi para o Atlético de Madrid e fez um grande Campeonato Espanhol. Foi crucial na conquista do título de La Liga pela equipe de Diego Simeone.

Agüero é um grande amigo de Lionel Messi. É um dos trunfos que o Barcelona passa a ter para manter o camisa 10 no Camp Nou. Diante de um cenário de tanta incerteza pela crise generalizada que foi ampliada pela pandemia da Covid-19, é possível que Messi opte por ficar em um Barcelona que está buscando se reforçar.

Além de Agüero, Eric García, zagueiro de 20 anos, também deixa o Manchester City após o fim do seu contrato para voltar ao Barcelona, seu clube de formação. Ele tinha pouquíssimas chances de entrar em campo no time de Guardiola e se torna um reforço de um clube que não tem muito como gastar. A chegada sem custos, ao menos em valores de transferências, é uma forma de contratar.

Além dos dois, quem pode chegar ainda ao Barcelona é o meio-campista Georginio Wijnaldum. Aos 30 anos, o jogador tem contrato com o Liverpool até o final do mês de junho e está livre para negociar com outro clube. Desde a temporada passada o Barcelona quer levar o holandês para o Camp Nou. Resta saber se será possível fazer isso, como os dirigentes catalães querem.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo