Espanha

Início da era Flick: Barcelona acerta demissões, costura renovações e monitora mercado

Irritação de Joan Laporta, presidente do clube catalão, foi motivo de diversas dispensas nos bastidores

A reformulação do Barcelona começou. Após a demissão de Xavi Hernández e chegada de Hansi Flick, o clube catalão prepara outras mudanças drásticas nos bastidores, que inclui demissões, renovações e novos reforços.

Joan Laporta, presidente do Barça, não ficou nada satisfeito com a preparação física da equipe na última temporada. Sempre sincero e afiado nas entrevistas, o mandatário chegou a questionar a queda de produção do time a partir dos 60 minutos de jogo.

— Os jogadores precisam estar bem preparados fisicamente. Os jovens, os reservas, Lewandowski, todos têm de estar em boa forma física. É essencial. Na temporada passada vimos a equipe cair fisicamente a partir dos 60 minutos. Não terminamos como queríamos, em jogos contra o Real Madrid, por exemplo. Não digo que a equipe não estava preparada, mas sempre há coisas para melhorar — disse Laporta à Barça One.

A insatisfação do presidente foi transformada em ação. O Barcelona demitiu vários preparadores físicos, como Ivan Torres, Jaume Munill e Carles Nogueira, e agora está atrás de substitutos.

Segundo a ESPN, dois dos principais candidatos são Julio Tous, que trabalhou com Antonio Conte no Tottenham, Chelsea, Internazionale, Juventus e seleção italiana, e Pepe Conde, atual preparador físico do Sevilla. A tendência é que Hansi Flick também indique profissionais de sua confiança para função.

Flick quer manter João Félix e João Cancelo

Hansi Flick encara a preparação física como uma de suas prioridades no Barcelona. Inclusive, este foi um dos pontos fortes do trabalho do técnico alemão à frente do Bayern de Munique.

Mas os anseios do treinador não param por aí. O novo comandante do time catalão deseja a permanência de dois jogadores importantes do elenco: João Cancelo e João Félix.

De acordo com o jornal Marca, o alemão gosta do estilo de jogo de Félix, e deseja contar com o atacante português para a próxima temporada. O contrato de empréstimo do atleta vai até o dia 30 de junho, e a ideia da diretoria blaugrana é justamente renovar tal vínculo junto ao Atlético de Madrid.

Números de João Félix em 2023/24
– 44 jogos
– 10 gols
– 6 assistências

João Félix em ação pelo Barcelona (Foto: Icon Sport)

Outro que também conta com a aprovação de Hansi Flick é João Cancelo. Emprestado pelo Manchester City, o lateral português não faz parte dos planos do clube inglês que, por sua vez, deseja negociá-lo em definitivo.

Sem dinheiro para contratar, o Barcelona tenta renovar o empréstimo de Cancelo por mais uma temporada. Desafeto do lateral, Pep Guardiola pode ser peça importante nas negociações, já que não pretende utilizar o defensor em 2024/25.

Números de João Cancelo em 2023/24
– 42 jogos
– 4 gols
– 5 assistências

Renovação de Sergi Roberto é um problema

Em fim de contrato, Sergi Roberto pode estar de saída do Barcelona. Revelado nas categorias de base do clube catalão, o camisa 20 cansou de esperar por uma posição definitiva da diretoria blaugrana e já conversa com outras equipes.

Por conta da grave crise financeira que atravessa, a alta cúpula do Barça pediu a Sergi Roberto que esperasse até agosto. O clube quer ganhar tempo, já que não sabe se terá espaço em sua folha salarial para inscrever o jogador em La Liga.

Sergi, porém, chegou ao limite. Após aceitar reduzir o salário e renovar por ‘apenas' um ano, ele entende que já flexibilizou ao máximo nas negociações.

Meio-campo é prioridade, e Kimmich é o nome da vez no Barcelona

A situação financeira do Barcelona, como citado, não é das melhores. Ainda assim, o clube pretende fazer alguns movimentos no mercado de transferências. E o primeiro pedido de Hansi Flick é um nome de peso para o meio-campo: Joshua Kimmich.

Reforçar a faixa central de campo é o principal objetivo do Barça na janela, e Kimmich surge como a ‘peça ideal'. Velho conhecido de Flick, o camisa 6 do Bayern de Munique tem contrato até junho de 2025.

Ciente de que se trata de uma negociação complicada, o Barcelona estuda fazer algo semelhante ao que o Real Madrid fez com Mbappé. Caso não consiga a contratação imediata, os culés não se importariam em esperar o término do vínculo de Kimmich, pois assim assinariam com o alemão em uma transferência sem custos.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme CalvanoRedator

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo