Brasileirão Série B

Com mais de R$ 5 milhões para receber até fim de 2025, Dodô segue esquecido no Santos

O lateral-esquerdo de 31 anos foi relacionado para apenas três partidas na atual temporada

Vinculado ao Santos até dezembro de 2025, o lateral-esquerdo Dodô parece esquecido no CT Rei Pelé. O jogador de 32 tem treinado normalmente com o restante do elenco alvinegro, mas não foi utilizado pelo técnico Fábio Carille em nenhum compromisso da atual temporada. A sua última partida oficial foi disputada há pouco menos de seis meses, quando, em 6 de dezembro, o Peixe foi derrotado pelo Fortaleza, pela última rodada do Campeonato Brasileiro e acabou rebaixado à Série B.

Além de não ter qualquer minuto em campo neste ano, Dodô foi relacionado para apenas três dos 23 compromissos do Santos em 2024.

O experiente lateral-esquerdo, de acordo com o apurado pela Trivela, tem vencimentos mensais no Peixe de aproximadamente R$ 300 mil – o teto salarial alvinegro é de R$ 350 mil.

Com mais 18 meses de contrato para honrar, o Santos ainda precisa arcar com cerca de R$ 5,4 milhões a Dodô.

Para quais jogos Dodô foi relacionado?

  • 17/03/2024 – Santos 0x0 Portuguesa – Vila Belmiro – Quartas de final do Campeonato Paulista
  • 27/03/2024 – Santos 3×1 Bragantino – Neo Química Arena – Semifinal do Campeonato Paulista
  • 31/03/2024 – Santos 1×0 Palmeiras – Vila Belmiro – Primeiro jogo da final do Campeonato Paulista

Com quem Dodô disputa posição?

Atualmente, o Santos conta com dois laterais esquerdos de ofício. A titularidade pertence ao argentino Gonzalo Escobar, que foi contratado após o Campeonato Paulista por meio de uma negociação que levou Felipe Jonatan ao Fortaleza, e o Menino da Vila Souza.

Além da dupla, Carille, quando vê a necessidade, costuma improvisar o lateral-direito Hayner pelo lado esquerdo da defesa santista.

Antes mesmo de ter essas opções à disposição, o treinador preteriu Dodô de qualquer oportunidade no ano por contar com Felipe Jonatan no elenco.

Dodô chegou a ser afastado?

A temporada 2024 tem sido amarga para Dodô desde o seu primeiro dia. Na reapresentação do elenco, em 6 de janeiro, o lateral-esquerdo foi informado pela diretoria que estava fora dos planos, e por isso faria parte do elenco que passaria os dias treinando em horários alternativos no CT Rei Pelé até que fosse negociado com outro clube.

Esse período durou até a segunda quinzena de fevereiro. Sem despertar interesse em outros times, Dodô foi reintegrado e voltou a treinar normalmente com o elenco profissional. Desde então, o lateral segue trabalhando, mas sem ser utilizado.

Quanto o Santos pagou para ter Dodô?

Dodô foi contratado para a sua segunda passagem pelo Santos em julho do ano passado – a primeira passagem foi em 2019, quando a Sampdoria o cedeu por empréstimo.

Na oportunidade, no ano passado, o lateral-esquerdo era a terceira opção no Atlético-MG, mas tinha apenas seis meses a mais de vínculo com o Galo.

Para antecipar a chegada do jogador, o Alvinegro pagou cerca de R$ 600 mil parceladamente ao Atlético-MG, que liberou Dodô imediatamente.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Jornalista pela UniSantos com passagem pelo Jornal A Tribuna de Santos. Já trabalhou na cobertura de jogos da Libertadores e das Eliminatórias Sul-Americanas no Brasil e no Exterior. Na Trivela, é setorista do Santos.
Botão Voltar ao topo