Brasil

Cadê Robert e Palacios? Contratados em março, jovens ainda não atuaram pelo Atlético-MG

Enquanto o primeiro sequer é relacionado, o segundo já figura no banco, mas sem ganhar os primeiros minutos

Anunciados em março, os jovens Robert Santos e Brahian Palacios ainda não tiveram chances de entrar em campo pelo Atlético-MG. Enquanto o primeiro sequer é relacionado para os jogos, o segundo já figura no banco de reservas, mas sem ganhar os primeiros minutos. A final de contas, o que acontece para eles não terem estreado ainda?

O caso mais antigo é o de Brahian Palacios, anunciado em 7 de março, mas também é o mais simples. O jovem ponta de 21 anos chegou ao Galo com ritmo de jogo em dia, já que estava atuando no Atlético Nacional, da Colômbia, de onde foi contratado. No dia 12 de março, ele foi oficialmente apresentado e, no dia 17, foi ao banco de reservas pela primeira vez, ainda com Felipão no comando do Galo, mas não entrou em campo na derrota do Galo por 2 a 1 para o América-MG.

Duas semanas depois, já com Gabriel Milito no comando do Atlético, ele acabou sofrendo uma lesão muscular na coxa direita em um treinamento na Cidade do Galo. O colombiano ficou fora até 19 de abril, quando foi liberado pelo departamento médico. Desde então, voltou aos relacionados em todos os jogos seguintes, mas sem sair do banco.

O que aconteceu então para Palacios não ter estreado ainda? Basicamente é por opção de Gabriel Milito. Como informado pelo Canal do Frossard, e confirmado pela Trivela, o jogador tem treinado bem e está apto fisicamente para estrear quando o argentino quiser, mas, como já era esperado desde quando ele foi anunciado, a concorrência é forte.

Brahian atua majoritariamente pelo lado direito do campo, onde hoje o titular incontestável é Gustavo Scarpa, e o reserva é o também jovem, e cria do Galo, Alisson, que está a frente de Palacios na disputa. Na última semana, quando o Atlético organizou um treino aberto na Arena MRV em prol do Rio Grande do Sul, o torcedor pôde ver Palacios pela primeira vez, e ele fez bonito, marcando um dos gols do rachão em espaço reduzido. Para o colombiano, então, resta agora ter paciência para ganhar seus primeiros minutos no Alvinegro.

Robert deve ficar mais tempo ‘escondido’

Anunciado pelo Atlético em 27 de março, Robert Santos deve passar mais um período sem ser testado em um jogo. O jovem de 20 anos, que chegou ao Galo após se destacar pelo Athletic no Campeonato Mineiro, tem uma trajetória curiosos, e até por conta dela ele vai precisar de mais tempo.

Robert rodou muito ainda nas categorias de base, passando por Jacuipense-BA, Vitória, Palmeiras, Bahia e Portimonense-POR. No entanto, não conseguiu se firmar em nenhum lugar e chegou a desistir de ser profissional em 2023, passando a jogar futebol amador em Salvador, tanto o consagrado Fut7 quanto a sensação X1.

Em 2024, ele recebeu uma nova oportunidade, a primeira efetivamente como profissional, através do Athletic, que disputa o Mineiro e a Série C nacional. No clube de São João del-Rei, se destacou a ponto de merecer essa “última oportunidade”, como ele mesmo disse em sua apresentação, em clube de elite:

— Estou encarando como minha última oportunidade. Na verdade, não tinha mais esperança. Deus me colocou aqui, num clube de Série A, então tenho que agarrar com unhas e dentes.

Por conta dessa trajetória e ainda não ter atuado no nível de elite que o Atlético exige, Robert precisa de uma adaptação maior em todos os sentidos. O jogador tem demonstrado muita qualidade, como já fazia nos jogos pelo Athletic, mas ainda precisa de mais tempo para assimilar tudo e, principalmente, melhorar a parte física, algo normal para quem chegou a desistir da profissão há alguns meses.

— Robert é um jogador jovem, que acaba de chegar. Tem que ir, pouco a pouco, entrando na dinâmica que nós queremos, que pretendemos. É uma aposta do clube. Um jogador muito jovem, que tem condições. Vamos preparando, com certeza, para que possa nos ajudar durante essa temporada. Mas, às vezes, o processo não é que um jogador chegue e imediatamente deva jogar. Tem que ser preparado, e ele está nessa fase de preparação — disse Gabriel Milito há cerca de um mês quando questionado sobre o jogador.

Assim como Palacios, Robert “deu as caras” no treino aberto do Galo na última semana, mas teve menos destaque que o colombiano. O jovem tem contrato de empréstimo com opção de compra do Atlético. Como Milito citou, ele é uma aposta do clube, que avaliará no fim do ano se vale a pena contratá-lo em definitivo.

Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick se formou em Jornalismo na PUC Minas em 2021. Antes da Trivela, passou por Esporte News Mundo, EstrelaBet e Hoje em Dia.
Botão Voltar ao topo