Brasil

Crise climática no Rio Grande do Sul muda programação de Grêmio e Internacional

Com centros de treinamento completamente alagados, Grêmio e Internacional terão atividades em outros locais em preparação para os próximos compromissos

Grêmio e Internacional não passaram ilesos à tragédia climática que assola o Rio Grande do Sul desde segunda-feira (29/04). Com o adiamento de jogos, e os centros de treinamento afetados, as duas equipes mudaram a programação para o final de semana.

Na terça-feira (30/04), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) adiou o jogo entre Internacional e Juventude, pela Copa do Brasil, que aconteceria no dia seguinte, para dia 10 de maio. Na quarta-feira (01/05), a transferência se estendeu para todos os jogos de equipes gaúchas, em competições da entidade máxima do futebol brasileiro, até segunda-feira (06/05).

Jogos de times gaúchos adiados pela CBF

  • Internacional x Juventude — 01/05 (qua) — 21h30 — Copa do Brasil
  • Cruzeiro x Internacional — 04/05 (sáb) — 21h — Série A
  • Grêmio x Criciúma — 05/05 (dom) — 16h — Série A
  • Juventude x Atlético-GO — 06/05 (seg) — 20h — Série A
  • Náutico x Ypiranga — 04/05 (sáb) — 17h — Série C
  • São José x Volta Redonda — 04/05 (sáb) — 19h30min – Série C
  • Sampaio Corrêa x Caxias — 05/05 (dom) — 19h — Série C
  • Novo Hamburgo x Concórdia — 04/05 (sáb) — 16h — Série D
  • Hercilio Luz x Avenida — 04/05 (sáb) — 17h30 — Série D
  • Brasil de Pelotas x Barra — 05/05 (dom) — 16h — Série D
  • Internacional x Ferroviária — 05/05 (dom) — 18h — Feminino Série A-1

Grêmio e Internacional se preparam para compromissos por competições continentais

As novas datas e horários para as partidas ainda não foram definidas pela CBF. A dupla Gre-Nal volta a campo pelas competições continentais, na próxima semana. Na terça-feira (7), às 21h, o Internacional enfrenta o Real Tomayapo, na Bolívia, pela Copa Sul-Americana. Na quarta-feira (8), às 19h, o Grêmio encara o Huachipato, no Chile, pela Libertadores.

Por se localizarem ao lado do Guaíba, que chegou à marca histórica de 4,58 m, quando a cota de inundação é de 3 metros, tanto o CT Luiz Carvalho, do Grêmio, quanto o CT Pargue Gigante do Internacional, ficaram completamente alagados. Os estragos forçaram a dupla a treinar em outros locais neste final de semana.

De sábado (4) até segunda-feira (6), o Grêmio treinará no campo da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), às 15h30 (horário de Brasília). As atividades servirão para o técnico Renato Portaluppi preparar um time que terá desfalques principalmente na zaga para enfrentar o Huachipato, após a confirmação da lesão muscular de Gustavo Martins, sofrida no empate em 0 a 0 com o Operário.

Já o Internacional treinará no Estádio Beira-Rio, cujo campo, mesmo com a troca em curso para gramado de inverno, suportou às chuvas. A atividade deste sábado (4) será às 11h, e permitirá que o técnico Eduardo Coudet encaminhe o time para a primeira de uma sequência intensa de partidas, com intervalo a cada três dias. Menos mal que Alan Patrick e Enner Valencia, recuperados de lesões, voltam a ficar à disposição.

Tragédia climática no Rio Grande do Sul já deixou 39 mortos

Desde segunda-feira (29), os temporais que assolam o Rio Grande do Sul já deixaram pelo menos 39 mortos e 68 desaparecidos, além 74 feridos, conforme o último levantamento da Defesa Civil. O governador Eduardo Leite declarou estado de calamidade pública, o que foi reconhecido pelo governo federal.

Esta é a terceira crise climática que atinge o Rio Grande do Sul em oito meses. Diferentemente das de 2023, quando a chuva ficou concentrada em algumas regiões, desta vez praticamente todo estado foi afetado. Até agora, 235 dos 496 municípios registraram algum tipo de problema, que afeta 351.639 mil pessoas.

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho e formado em Jornalismo pela PUC-RS, já passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. É, também, coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo