Brasileirão Série A

São Paulo enfim se garante na Série A com primeira vitória fora e agora pode relaxar no Brasileirão

São Paulo se vê livre de risco (que já era mínimo) de queda e cumpre tabela nos últimos dois jogos

O São Paulo teve de esperar 381 dias e mais sete minutos de acréscimos para enfim construir a sua primeira vitória fora de casa pelo Campeonato Brasileiro em mais de um ano. O relógio beirava os 52 do segundo tempo quando Caio Paulista invadiu a área, puxou para o pé esquerdo e chutou forte para marcar o gol do 1 a 0 sobre o Bahia na última quarta-feira (29), na Arena Fonte Nova, pela 36ª rodada do Brasileirão.

Um gol que resolveu a vida do clube nesta reta final de temporada, com apenas mais dois jogos por disputar. Dois jogos contra Atlético-MG e Flamengo que podem decidir o campeão brasileiro. Mas que para o Tricolor passam a ser mero protocolo a partir de agora.

Isso, porque o São Paulo resolveu suas duas últimas pendências no ano com o resultado na Fonte Nova. A equipe chegou a 50 pontos na tabela e garantiu matematicamente a permanência na Série A de 2024. E além disso, se livrou da marca de ser a primeira equipe na história do Campeonato Brasileiro a evitar o rebaixamento sem conseguir vencer uma partida sequer como visitante. A tão esperada primeira vitória fora de casa na competição, que tanto insistia em não aparecer, enfim veio.

– É importante para a nossa classificação. Temos que pontuar e vencemos a primeira fora. Estávamos fazendo grandes jogos, mas sem conseguir o resultado. Hoje fomos felizes para sair com esse resultado importante, e agora atingimos a pontuação para não ter risco de rebaixamento. Agora é buscar o resultado nos dois jogos – disse o herói da partida, Caio Paulista, na saída de campo.

O São Paulo não vencia fora de casa pelo Brasileirão desde 13 de novembro de 2022. Foi na última rodada da competição no ano passado. A equipe aplicou uma goleada por 4 a 0 sobre o Goiás em Goiânia. Fazia tanto tempo, que até Galoppo estava em campo, e inclusive, marcou um dos gols da vitória.

Vitória só não evita pior campanha fora na história

A tão esperada vitória enfim virou realidade. Mas o São Paulo não conseguirá escapar de uma marca negativa que é inevitável. Mesmo que vença o Atlético-MG no Mineirão no próximo domingo (2), a equipe encerrará 2023 com a sua pior campanha como visitante na história do Brasileirão de pontos corridos.

Atualmente, o Tricolor soma 20,7% de aproveitamento fora de casa, com uma vitória, oito empates e nove derrotas. Em caso de vitória contra o Galo, a equipe chegará no máximo a um total de 24,5% de aproveitamento fora de casa. A pior marca até então é de 2017, com 26,23% de aproveitamento.

As piores campanhas do São Paulo como visitante*

  1. 2023: 20,7%
  2. 2017: 26,23%
  3. 2021: 31,58%
  4. 2005 e 2012: 33,33%
  5. 2015 e 2016: 35,09%
    *No Brasileirão por pontos corridos

Nenhum desses números, porém, preocupa o técnico Dorival Júnior. Após a partida, o técnico concedeu uma curtíssima entrevista coletiva, de pouco mais de dois minutos. Ele sustentou que sua equipe costuma fazer boas atuações fora de casa mesmo que os resultados fossem adversos.

– Em outros jogos fora de casa, havíamos tido boas atuações. E de repente, o gol não aconteceu. O jogo caminhava novamente para uma situação como essa. No final da partida, encontramos o gol numa jogada individual. Fico feliz pela maneira como viemos atuando no Brasileirão. É um sinal muito positivo, ainda que fora de casa os resultados não viessem acontecendo. Mas nós não perdíamos a confiança, pela forma como jogava, dominando as partidas. Raras foram as exceções em que não tivemos o domínio. Precisávamos desse algo a mais para finalizar a partida positivamente. A gente caminha no sentido de uma estabilização completa de um grupo que fez o segundo semestre muito bom, muito positivo e merecidamente alcançou excelentes resultados – disse o treinador.

São Paulo de férias? Dorival responde

O São Paulo tem agora duelos com Atlético-MG e Flamengo, dois candidatos ao título em uma disputa direta com um rival, o Palmeiras, até o fim da competição. Ainda antes de o São Paulo se garantir matematicamente na Série A em 2024, Dorival Júnior já havia subido o tom de seu discurso ao citar o “caráter” de sua equipe para brigar por pontos em cada uma dessas partidas. Após a vitória sobre o Bahia, o treinador manteve a mesma tônica em sua resposta.

– A motivação é a mesma de sempre. Buscando o melhor resultado possível. Respeitando Atlético e Flamengo, os nossos dois adversários. O trabalho segue, é uma sequência natural. Não podemos nos dar por satisfeitos em momento algum. Temos que continuar trabalhando, intensificando e melhorando o rendimento do grupo – assegura o treinador.

O que resta ao São Paulo no Brasileirão?

A partir de agora, o Campeonato Brasileiro servirá ainda mais Dorival fazer testes e observações de olho na próxima temporada. O técnico pretende intensificar algo que ele já vinha colocando em prática nos últimos jogos e dar oportunidades aos garotos e a atletas que pouco atuaram ao longo do ano. O caso mais emblemático é o de Jhegson Méndez. Titular com Rogério Ceni, o equatoriano mal entrou em campo com o atual treinador – que inclusive já admitiu publicamente que está devendo oportunidades ao volante.

Dorival também deve dar mais espaço a Talles Wander e William Gomes, dois garotos que estrearam sob o seu comando na derrota por 2 a 0 para o Fluminense – e receberam elogios do treinador. Os dois atacantes devem iniciar 2024 integrados ao elenco principal, assim como outros jovens que foram promovidos recentemente, mas que não estão inscritos no Brasileirão.

William Gomes, em estreia pelo São Paulo. Dorival aprovou e deve dar mais chances até o final do Brasileirão (IconSport)

De resto, o técnico seguirá com as mudanças pontuais para observar jogadores em outras posições. Na lateral esquerda, por exemplo, Welington e Caio Paulista fazem uma espécie de revezamento. Juan, Erison e David também têm sido observados no ataque.

Em paralelo às observações, o São Paulo ainda tentará (sim) subir algumas posições na tabela até o fim do Brasileirão. O clube está de olho em aumentar a sua premiação no Campeonato Brasileiro, mesmo que já tenha faturado quase R$ 90 milhões com o título inédito da Copa do Brasil.

Os últimos três jogos do São Paulo

  • Atlético-MG x São Paulo – 37ª rodada – sábado (2), às 21h (horário de Brasília), no Mineirão
  • São Paulo x Flamengo – 38ª rodada – quarta-feira (6), às 21h30 (horário de Brasília), no Morumbi.
Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo