Brasileirão Série A

São Paulo faz RB Bragantino patinar na briga pelo título com vitória na Vila Belmiro

Erison desencanta com gol de pênalti já nos acréscimos, e São Paulo vence o Bragantino na Vila Belmiro

O São Paulo apenas conta os dias para o fim do ano, sem lá muitas pretensões no Brasileirão… E mesmo assim interferiu diretamente na disputa do título. Nesta quarta-feira (8), o Tricolor venceu o Red Bull Bragantino por 1 a 0 e freou a corrida do Massa Bruta na briga com Botafogo, Palmeiras e Grêmio para ser campeão brasileiro. Mas antes disso, foi preciso esperar alguns longos minutos da revisão do VAR até a arbitragem assinalar o pênalti convertido por Erisson para marcar o único gol do jogo.

O gol que deu ao Tricolor a sua primeira vitória longe do Morumbi no Campeonato Brasileiro. Mas ainda não como visitante. O São Paulo foi o mandante da partida na Vila Belmiro, porque o seu estádio está cedido para shows das bandas Red Hot Chili Peppers e RBD.

Erison desencanta após muito esperar o VAR

Não era o Morumbi, mas o vermelho, o branco e preto que coloriram as arquibancadas fizeram o São Paulo se sentir em casa na Vila Belmiro. Mesmo sem muitos titulares à disposição, a equipe conseguiu se impor a um adversário que está forte na briga pelo título do Brasileirão. O Red Bull Bragantino, aliás, deu amostras de desorganização e esteve exposto como poucas vezes aconteceu ao longo de uma campanha de muita regularidade no Campeonato Brasileiro – tanto que é o time que menos perdeu na competição. A julgar pelo primeiro tempo, aliás, parecia mais até que era o Tricolor na disputa para ser campeão, e não o contrário.

O São Paulo teve mais posse de bola (66%) e quatro vezes mais finalizações (8 a 2) que um Bragantino que parecia por vezes desligado em campo ao longo dos 45 minutos iniciais da partida. O Tricolor muito bem poderia ter ido para o vestiário em vantagem, mas o problema é a recorrente falta de efetividade de seu ataque após a lesão de Calleri. Juan até foi voluntarioso e combativo, mas na chance que teve, após passe primoroso de Luciano, parecia sem confiança para concluir a jogada… Acabou se perdendo nas próprias pernas. A grande chance do jogo, porém, veio com Michel Araújo, depois de um lambança entre Juninho Capixaba e Cleiton. O lateral e o goleiro se atrapalharam e não conseguiram afastar o perigo após cobrança de escanteio. A bola sobrou para o uruguaio, que, na pequena área, chutou para fora.

No segundo tempo, sim, o Bragantino parecia um time com a fome natural de quem briga por título. Ao menos, nos minutos iniciais. Logo no primeiro minuto, Aderlan aproveitou rebote após cobrança de escanteio e chutou com muito perigo. Aos 4, Helinho obrigou Rafael a fazer uma defesa segura após finalização. Cinco minutos mais tarde, Sasha tentou voleio que parou na marcação, e depois a defesa são-paulina teve de suportar a pressão para aliviar o perigo para escanteio.

O abafa do Massa Bruta, porém, não durou muito. Aos 27, Luan Cândido até assustou em chute de fora da área defendido por Rafael. Mas depois disso, o São Paulo conseguiu não só equilibrar a partida, mas inclusive ser mais incisivo que o Bragantino, aproveitando os espaços deixados pelo rival para sair no contra-ataque. Tanto que o Tricolor chegou à vitória. Após longos minutos de espera, com direito a consulta à cabine do VAR, a arbitragem confirmou pênalti de Thalisson em Caio Paulista. Erison converteu a cobrança já nos acréscimos para garantir os três pontos ao São Paulo.

São Paulo mal saiu e já terá de voltar à Vila

Com a vitória, o São Paulo chega a 45 pontos e sobe para a nona colocação na tabela do Brasileirão. Na próxima partida, a equipe volta à Vila Belmiro, desta vez na condição de visitante. No domingo (12), às 18h30 (horário de Brasília), o Tricolor enfrenta o Santos fora de casa, em clássico válido pela 34ª rodada do Brasileirão. Será a última partida antes da pausa no calendário para a Data Fifa.

Bragantino patina na briga pelo título

O Red Bull Bragantino fica com 58 pontos e patina na briga pelo título. A equipe perde a chance de ultrapassar o Botafogo, que ainda joga nesta rodada, contra o Grêmio, na quinta-feira (9), e pode abrir quatro pontos de vantagem. Tudo isso, às vésperas do confronto direto entre o Massa Bruta e o líder do Brasileirão no próximo domingo (12), às 16h (horário de Brasília), no Nabi Abi Chedid, pela 34ª rodada.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo