Brasileirão Série A

Nikão vai sair do São Paulo e voltar para onde é ídolo

Clubes chegam a acerto e precisam definir trâmites da negociação até esta sexta-feira

A demissão de Thiago Carpini não é a única saída que tomou conta dos bastidores do São Paulo nesta quinta-feira (18). Ao longo do dia, o clube também encaminhou o empréstimo de Nikão ao Athletico-PR até o final da temporada. O meio-campista é um pedido do técnico Cuca. A informação foi publicada inicialmente no Blog da Nadja, no portal ge. O Furacão, aliás, há havia tentado a contratação do atleta no início do ano. À época, mas o agora ex-treinador são-paulino vetou a saída, porque pretendia utilizar Nikão.

A negociação precisa ser concluída até esta sexta-feira (19). Trata-se do prazo limite para transferências de jogadores antes da reabertura da janela, em 10 de julho. Uma cláusula no Regulamento Nacional de Registro e Transferência de Atletas da CBF permite a inscrição de jogadores por clubes das Séries A e B no período entre 1º e 19 de abril. Mas com algumas ressalvas. Para poder ser contratado e registrado, o atleta precisa ter atuado por outras equipes em campeonatos estaduais em 2024. Caso ele venha do exterior, ele precisa ter ficado livre no mercado antes de 7 de março.

Negócio é bom para todas as partes

O empréstimo de Nikão ao Athletico é o típico negócio que pode ser bom para todas as partes envolvidas. O meio-campista retornou ao São Paulo no início do ano após ter atuado pelo Cruzeiro na última temporada. Inicialmente, ele não fazia parte dos planos, mas a chegada de Carpini mudou a realidade do jogador. O técnico deu oportunidades ao meia nos treinamentos e gostou do que viu.

Nikão ganhou minutos em campo e chegou a ser titular do São Paulo na vitória sobre o Palmeiras nos pênaltis para conquistar o título da Supercopa do Brasil. A titularidade parecia ser prova definitiva de que o jogador recuperava de vez seu espaço e ganhava sobrevida para ser uma peça importante no elenco após o empréstimo à Raposa.

Nikão comemora o gol do Athletico Paranaense (Reprodução / Conmebol)

Mas desde então, o meia fez apenas mais dois jogos pelo clube — o último deles, há dois meses, no empate em 2 a 2 com o Red Bull Bragantino. Neste meio-tempo, o meio-campista viu outras opções ganharem espaço com o agora ex-treinador, casos de Ferreira e Erick. Além disso, uma tendinite de Aquiles bilateral o tirou de combate em algumas partidas. Como resultado, Nikão foi para o fim da fila.

Pedido por Cuca no Athletico, o meio-campista voltará a ganhar minutos em campo e deve ser peça importante da equipe na disputa do Brasileirão e da Copa Sul-Americana. Até porque o meia tem status de ídolo em Curitiba. Em 2021, foi dele o gol do título do Furacão na Sul-Americana diante do Red Bull Bragantino.

Nikão perdeu espaço reconquistado no início do ano

Quando apareceu como grande surpresa do time titular contra o Palmeiras, Nikão parecia ter conquistado Carpini de vez. Após retornar de empréstimo do Cruzeiro, o meia foi integrado ao elenco do São Paulo ainda sob o comando de Dorival Júnior para iniciar a pré-temporada. Com a mudança no cargo, Carpini chegou já afirmando que pretendia observá-lo em ação. A primeira chance veio no empate em 1 a 1 com o Mirassol. O jogador aprovou sob a avaliação do técnico, que decidiu mantê-lo no elenco.

– Muito importante, assim como o Galopo o Nikão voltando a atuar bem pelo São Paulo. Gostei também da entrada do Nikão, participativo.  Foi outra alternativa boa que nós recuperamos para a sequência do nosso ano – afirmou o treinador na entrevista coletiva após a partida contra o Mirassol.

> Os próximos jogos do São Paulo

  • Atlético-GO x São Paulo — Brasileirão — domingo, 21 de abril, às 18h30 (horário de Brasília) — Transmissão: Premiere (TV por assinatura)
  • Barcelona-EQU x São Paulo — Libertadores — quinta-feira, 25 de abril, às 21h (horário de Brasília) — Transmissão: ESPN (TV fechada)
  • São Paulo x Palmeiras — Brasileirão — segunda-feira, 29 de abril, às 20h (horário de Brasília) — Transmissão: Premiere (TV por assinatura)
Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo