Brasileirão Série A

Fernando Diniz é demitido do Fluminense, que terá Marcão como técnico

Treinador não resiste aos maus resultados no Campeonato Brasileiro e encerra passagem mais longeva de um treinador do Flu no século XXI

Fernando Diniz não é mais o treinador do Fluminense. O técnico não resistiu aos maus resultados no Campeonato Brasileiro e, com o time na lanterna, foi demitido após a derrota para o Flamengo. Marcão será o comandante da equipe nos próximos jogos.

A informação foi primeiro publicada pelo ge e confirmada pela Trivela. O Flu não irá ao mercado nesse momento, e será comandado pelo seu auxiliar permanente até segunda ordem.

A segunda passagem de Diniz foi a mais longeva de um técnico pelo Flu no século XXI. Sob o comando dele, o Tricolor conquistou o Campeonato Carioca e a Libertadores, em 2023, além da Recopa Sul-Americana, em 2024.

Fernando Diniz conquistou Libertadores, Recopa Sul-Americana e Campeonato Carioca pelo Fluminense desde 2022 - Foto: MARCELO GONÇALVES /FLUMINENSE FC
Fernando Diniz conquistou Libertadores, Recopa Sul-Americana e Carioca pelo Fluminense – Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC

Ao todo, Fernando tem 190 jogos como técnico do Fluminense, sendo 146 em seu retorno ao clube. As médias foram melhores desde 2022, com 74 vitórias, 30 empates e 42 derrotas, ou 57,5% de aproveitamento.

O treinador acabara de renovar seu contrato até o fim de 2025, mas a má fase e a dificuldade da diretoria em enxergar mudanças em seu modelo fizeram o trabalho ser abreviado.

Marcão será o técnico do Fluminense

Para evitar uma grande ruptura de modelo, que a diretoria acredita necessitar de alguns ajustes, Marcão será o técnico do Fluminense.

O auxiliar permanente do clube acompanha a comissão técnica de Fernando Diniz desde 2002. Ídolo do clube, Marcão tem 53% de aproveitamento em 66 jogos divididos por três passagens no comando do Flu.

Marcão comanda o Fluminense após demissão de Fernando Diniz - Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC
Marcão comanda o Fluminense após demissão de Fernando Diniz – Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC

A última experiência de Marcão foi em 2021, quando acumulou o melhor aproveitamento em suas passagens. Foram 61,1% de média, com 6 vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas em 12 jogos.

Diniz tem multa rescisória de pouco mais de R$ 6 milhões

A Trivela apurou que a renovação com Fernando Diniz não aumentou muito sua multa rescisória. Pela demissão, o técnico receberá o proporcional a oito meses de salário.

Em 2023, o Fluminense recebeu R$ 6 milhões quando Diniz assumiu o comando interino da Seleção Brasileira. A multa a ser paga é um pouco superior.

Fluminense oficializa demissão em nota oficial

O Fluminense oficializou a demissão em uma nota oficial. Confira a íntegra:

O técnico Fernando Diniz deixou o comando do Fluminense FC nesta segunda-feira.

Diniz deixa como legado desta sua passagem não somente alguns dos títulos mais importantes da história de nosso clube, conquistados em 2023 e 2024, mas também o legado de um trabalho muito bem-sucedido em sua primeira etapa de sua atual passagem, ensinamentos importantes sobre sua maneira de entender o futebol e uma visão humanística que no todo trazem enorme contribuição a este esporte.

O Fluminense, em nome de seu presidente, sua diretoria e seus funcionários, agradece a Diniz e deseja muito sucesso em sua carreira, sempre.

O auxiliar-técnico permanente Marcão estará à frente da equipe no jogo desta quinta-feira, contra o Vitória, no Maracanã.

O Fluminense precisa de todo apoio do torcedor. Este é um momento que pede união de todos em torno do objetivo maior de retomarmos o caminho das vitórias.

Como está o Fluminense em 2024

Próximos jogos do Fluminense

Veja os próximos confrontos do Fluminense na continuação da temporada:

  • Fluminense x Vitória — Campeonato Brasileiro — quinta, 27 de junho — 19h (de Brasília);
  • Grêmio x Fluminense — Campeonato Brasileiro — domingo, 30 de junho — 16h (de Brasília).
Foto de Caio Blois

Caio Blois

Jornalista pela UFRJ, pós-graduado em Comunicação pela Universidad de Navarra-ESP e mestre em Gestão do Desporto pela Universidade de Lisboa-POR. Antes da Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo