Brasileirão Série A

Derrota escancara fragilidade do elenco do Grêmio, que pode sofrer no Brasileiro

Com titulares preservados para a Libertadores, time reserva do Tricolor Gaúcho perdeu por 2 a 0 para o RB Bragantino, em Curitiba

Ao considerar que até a última quarta-feira (29) o Grêmio estava há quase um mês sem jogar, e que na próxima semana terá duas decisões pela Libertadores, não há como contestar a decisão de Renato Portaluppi de preservar todo time titular contra o RB Bragantino. Entretanto, a derrota por 2 a 0, da maneira como aconteceu, liga sinal de alerta e indica que o Tricolor Gaúcho pode sofrer no Campeonato Brasileiro.

Afinal, o próprio Renato admitiu que repetirá o procedimento, ao menos no curto prazo. Até porque a prioridade a Libertadores é prioridade em meio a uma sequência de jogos que ficou mais pesada do que o normal por conta das partidas adiadas devido às enchentes no Rio Grande do Sul.

— Não tem outra coisa para fazer. Estou direcionando uma equipe mais forte no momento em que temos os jogos principais. Não que hoje não fosse. Campeonato Brasileiro temos que tomar o máximo de cuidado, mas temos 33 rodadas ainda pela frente. E na Libertadores, terça-feira, se a gente perder, está fora. É óbvio que tenho que ir com força máxima na terça-feira, e é óbvio que tinha que poupar o time hoje. A cada três dias fica difícil — afirmou Renato após a derrota do último sábado (1º), no Couto Pereira.

Meia improvisado, Du Queiroz errou 12 passes contra o RB Bragantino

O problema é que o time alternativo do Grêmio, que teve somente Villasanti de titular, apresentou muitas fragilidades. Em especial, na criação das jogadas.

Sem Cristaldo, que entrou aos 15 minutos do segundo tempo, após o segundo gol do Bragantino, Du Queiroz foi o meia do Grêmio. Aparentemente, Renato desistiu de Nathan ‘Pescador’, que não aproveitou as diversas chances recebidas.

Porém, Du Queiroz também foi mal. Em parte por ser volante de origem e não ter a característica de articulação que se exige do meia central do 4-2-3-1 de Renato. Mas também pelos diversos erros técnicos — ao todo, foram 12 passes equivocados no período em que esteve em campo.

Fábio sofreu na marcação no lado direito de defesa do Grêmio

Outro atleta que esteve muito abaixo foi Fábio. Especialmente no segundo tempo, o lateral sofreu demais com as investidas de Mosquera e Vitinho no seu setor. Tanto é que cometeu pênalti ao tocar com o braço na bola após tentativa de cruzamento do colombiano.

O curioso é que Fábio havia deixado boa impressão antes da pausa forçada dos jogos do Grêmio. Na épica vitória sobre o Estudiantes, por 1 a 0, em La Plata, pela Libertadores, ele foi um dos melhores em campo. Mas jogando como lateral esquerdo — talvez esteja aí a explicação.

Até que ponto o desentrosamento e a falta de ritmo justificam?

Não foram apenas os dois que deixaram a desejar. A jovem dupla de zaga, formada por Natã e Gustavo Martins, foi frouxa, principalmente no primeiro gol do Bragantino. Edenílson, mais uma vez, esteve apagado, assim como o brigador, mas pouco efetivo, João Pedro Galvão.

Logicamente, o desentrosamento e a falta de ritmo de jogo desse time reserva Grêmio, citados por Renato em sua entrevista coletiva, pesam. Mas é preciso lembrar que no início da temporada, quando recorreu ao time alternativo, o Tricolor Gaúcho também teve desempenhos fracos contra Ypiranga, São Luiz e The Strongest, para elencar alguns exemplos.

Grêmio no Campeonato Brasileiro 2024

  • 12º colocado, com seis pontos em cinco jogos
  • Duas vitórias e três derrotas
  • 40% de aproveitamento
  • Quatro gols feitos e cinco gols sofridos

Próximos jogos do Grêmio

  • Huachipato x Grêmio — Libertadores — terça-feira, 4 de junho de 2024, às 21h (horário de Brasília);
  • Grêmio x Estudiantes — Libertadores — sábado, 8 de junho de 2024, às 19h (horário de Brasília);
  • Flamengo x Grêmio — Campeonato Brasileiro — quinta-feira, 13 de junho de 2024, às 20h (horário de Brasília).
Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo