Brasil

A paciência da torcida do Grêmio com Nathan acabou há tempo, mas a da comissão técnica ainda não

Muito contestado pela torcida, Nathan teve atuação com momentos constrangedores no empate do Grêmio com o Ypiranga, em Erechim

Se o destaque positivo do empate em 0 a 0 do Grêmio com o Ypiranga, na noite de quarta-feira (14), foi Gustavo Nunes, o negativo, mais uma vez, ficou por conta de Nathan ‘Pescador’. Com muitos erros técnicos, o meia de 27 anos teve momentos constrangedores na partida no Colosso da Lagoa, em Erechim, válida pela oitava rodada do Campeonato Gaúcho.

Em especial no primeiro tempo, Nathan errou passes fáceis. Primeiramente, em bola enfiada para André Henrique, que saiu muito forte. Depois, em tentativa de abertura no lado esquerdo, em que o meia culpou o gramado por tê-lo traído e gerado uma pixotada com a perna canhota, direto pela linha lateral.

Para completar o combo, ao dobrar a marcação em Alisson Taddei, no lado esquerdo de defesa, Nathan simplesmente parou na jogada ao ver o camisa 10 do Ypiranga aplicar uma caneta em Wesley Costa. Menos mal que, após o ‘chutamento’ do jogador adversário, Caíque conseguiu afastar.

No segundo tempo, Nathan até teve uma ação positiva ao evitar a saída de bola após cabecear para o alto, e rolar para André Henrique, que chutou em cima da marcação. Porém, o meia foi substituído pelo auxiliar técnico Alexandre Mendes, após conversa com Renato, que permaneceu em Porto Alegre, aos 25 minutos do segundo tempo. Pedro Lucas entrou em seu lugar.

‘Ele se posicionou bem’, disse Alexandre Mendes, auxiliar de Renato

Após a partida, na entrevista coletiva de Alexandre Mendes, o nome de Nathan foi citado três vezes em perguntas dos repórteres. O braço direito de Renato avaliou a atuação do meia, e explicou sua saída.

— É difícil você aliar a qualidade técnica com uma condição física mais vantajosa, vamos dizer assim. Hoje foi um jogo não técnico, foi um jogo de duelos individuais. Na realidade, quando você tem um jogador que tem uma condição técnica mais favorável, ele deixa um pouco a parte de contato com o adversário se perder durante o jogo. Mas dentro da necessidade que nós tínhamos, ele se posicionou bem, conseguiu criar algumas situações. A opção do Pedro Lucas era para tentar uma recomposição melhor e uma puxada mais rápida de transição ofensiva com o Gustavo — disse Alexandre.

Nathan tem contrato até o final de 2025 com o Grêmio

Mesmo que apresente pouco futebol, Nathan segue participando da maioria dos jogos do Grêmio. Por exemplo, no empate com o São Luiz, no último sábado (10), ele entrou no intervalo do jogo no lugar de Cristaldo. Porém, existe um abismo técnico entre os dois, mesmo que o argentino, que completou um duplo-duplo na temporada passada, com 11 gols e 12 assistências, não faça um grande início de 2024.

Diante da escassez de opções para a função de meia centralizado, Renato e sua comissão técnica seguem utilizando Nathan. E, salvo mudança de rota, isso deve seguir acontecendo por algum tempo, já que quando o trouxe do Atlético-MG, em abril do ano passado, o Grêmio acertou contrato até o final de 2025 com o jogador. Para desespero da torcida gremista, que já não tem mais paciência há algum tempo com o ‘Pescador’.

Nathan pelo Grêmio

  • 31 jogos (9 como titular)
  • 1 gol
  • 1 assistência
Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo