Brasil

Convocação de Arana é reparação justa a quem teve sonho destruído, mas não desistiu

Fora da última Copa do Mundo, Arana terá, com justiça, o gostinho de disputar um torneio com a Seleção Brasileira

O técnico Dorival Junior anunciou nesta sexta-feira (10) a convocação da Seleção Brasileira para a disputa de dois amistosos e a Copa América entre junho e julho. Entre os convocados, está Guilherme Arana, que vive fase espetacular no Atlético-MG, principalmente após a chegada de Gabriel Milito. A participação do lateral-esquerdo no torneio com o Brasil serve como reparação por ficar de fora da última Copa do Mundo, mas não ter desistido e dado a volta por cima.

Guilherme Arana é, disparado, o melhor lateral-esquerdo do futebol brasileiro, principalmente após a chegada de Gabriel Milito, que potencializou seu jogo. O lateral tem atuado como um ala, tendo mais ações ofensivas, que é justamente a área em que ele sempre se destacou mais. A formação, no entanto, não exclui as suas obrigações defensivas dele, onde também se destaca.

Com Milito, Arana soma 12 jogos, três gols e cinco assistências, sendo o lateral com mais participações em gols no mundo no período. A convocação dele era praticamente óbvia, e uma ausência seria encarado como um erro crasso de Dorival.

A oportunidade na Copa América é uma espécie de conforto e justiça ao jogador, que ficou de fora da Copa do Mundo de 2022 por conta de uma grave lesão, mas não desistiu e uniu forças para se recuperar. É claro que o torneio da Conmebol (dessa vez, em parceria com a Concacaf) tem um peso bem menor, mas já é o início do caminho para Arana, que sonha em disputar a Copa de 2026, também nos Estados Unidos (e México e Canadá).

— É sempre um orgulho gigante representar o Brasil. Sempre disse que defender o meu país era um sonho de criança e toda vez que tenho a oportunidade de realizar fico muito feliz e honrado. Estava ansioso e quando escutei o meu nome na convocação foi uma sensação boa demais. Era como se tivesse sido a primeira vez — afirmou Arana.

Arana e a volta por cima no Atlético

Guilherme Arana é um dos melhores laterais-esquerdos do Brasil praticamente desde que surgiu, lá em 2015. Desde então, o jogador viveu altos e baixos (principalmente na Europa) na carreira, mas se reencontrou no Atlético, quando chegou em 2020. Ele é uma das principais peças do time atleticano desde então, sendo fundamental em títulos expressivos, como o Brasileiro e a Copa do Brasil de 2021.

Em 2022, era certo que Arana estaria disputando a Copa do Mundo do Catar, quem sabe como titular de Tite. No entanto, sofreu uma entrada imprudente meses antes do torneio, que o tirou de campo por nove meses, fazendo com que ele perdesse a oportunidade de representar o Brasil na Copa.

Os meses fora de campo não foram fáceis, principalmente por conta do sonho destruído. Mas o lateral retornou já como titular absoluto do Atlético em 2023. Como é natural, não voltou no auge, e foi se reafirmando aos poucos, evoluindo a cada jogo e a cada semana, o que o levou a uma nova convocação para a Seleção em setembro. No fim do ano, já estava em grande nível de novo.

Em 2024, ele não começou tão bem, mas, para ser justo, ninguém estava em alta no Atlético sob o comando de Felipão. Com a saída de Scolari e a chegada de Milito, voltou à forma.

Arana será importante desfalque para o Atlético

A convocação de Arana é uma notícia espetacular para o jogador, mas nem tanto para o Atlético. O Campeonato Brasileiro não vai parar durante a Copa América, então o Galo terá o desfalque do jogador. Ao todo, ele pode ficar de fora de nove jogos, caso o Brasil chegue à final do torneio.

  • 12/06: Vitória (F)
  • 15/06: Fortaleza (C)
  • 19/06: Internacional (F)
  • 22/06: Atlético-GO (C)
  • 26/06: Flamengo (C)
  • 29/06: Botafogo (F)
  • 03/07: São Paulo (C)
  • 06/07: Juventude (F)
  • 10/07: Vasco (C)

No momento, o Atlético não tem substituto para Arana. O reserva dele, Rubens, está lesionado e sem data prevista para retornar, podendo ter que passar por cirurgia, o que pode tirá-lo de campo por muito mais tempo. Quando Arana foi poupado, o seu substituto foi Gustavo Scarpa, que é titular atuando pela direita e, nesse caso, foi deslocado para a esquerda.

Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick se formou em Jornalismo na PUC Minas em 2021. Antes da Trivela, passou por Esporte News Mundo, EstrelaBet e Hoje em Dia.
Botão Voltar ao topo