Copa da Ásia

Son faz as pazes com Lee após confusão na Copa da Ásia e dá (mais um) exemplo do porquê é tão querido

Son perdoou Lee após deslocar um dedo da mão e reforça seu papel de líder na Coreia do Sul (e no Tottenham)

A eliminação da Coreia do Sul para a surpreendente Jordânia na semifinal da Copa da Ásia sucedeu uma polêmica de bastidores. Isso porque Son Heung-min se envolveu em uma confusão com Lee Kang-in durante um jantar na noite anterior. A situação escalou até as vias de fato envolvendo vários jogadores, quando o atacante do Tottenham deslocou um dos dedos da mão direita. Só que tudo isso ficou no passado.

Son fez as pazes com o compatriota do PSG após se desculparem, e a dupla fez um post nas redes sociais para comunicar a reconciliação. Lee foi até Londres para visitar o capitão da seleção coreana, que postou uma foto dos dois. O craque dos Spurs deu (mais um) exemplo de liderança ao contar bastidores de sua conversa com o jogador dos Parisienses, se colocando à disposição para educar o companheiro visando evitar novas polêmicas no futuro:

“Kang-in refletiu sinceramente sobre si mesmo e pediu desculpas a todos os jogadores do time, inclusive a mim. Para evitar que (ele) volte a ter um comportamento tão errado, todos os jogadores, como veteranos da seleção, terão um cuidado especial da sua parte para que ele possa crescer e tornar-se uma pessoa e um jogador melhor”.

Son Heung-min também pediu desculpas aos torcedores sul-coreanos pelo episódio lamentável às vésperas de uma decisão valendo vaga na final da Copa Asiática. Lee Kang-in, por sua vez, assumiu a responsabilidade pela treta de bastidores nos Tigres Asiáticos e se mostrou “profundamente arrependido” de suas ações. O meia-atacante também reforçou que vai repensar suas atitudes na carreira. E a estrela do Tottenham (de novo) apresentou que é um modelo a ser seguido.

Relembre a polêmica entre Son e Lee na Copa da Ásia

Segundo o jornal The Athletic, o vestiário da Coreia do Sul na Copa da Ásia estava longe de ser tranquilo, ao ponto que Son sentia que os jogadores mais novos não estavam levando a competição tão a sério. Por outro lado, os novatos como Lee rejeitaram essa suposição do atacante dos Spurs. Só que essa questão voltou à tona um dia antes da semifinal contra a seleção jornada.

Tudo começou quando alguns dos jogadores mais novos dos Tigres Asiáticos queriam deixar o jantar mais cedo para jogar tênis de mesa. O capitão sul-coreano não permitiu e uma discussão com Lee Kang-in resultou na briga generalizada. Por fim, Son Heung-min terminou com o dedo deslocado, e precisou jogar contra a Jordânia com uma proteção na mão, imobilizando a região machucada.

O episódio na Coreia do Sul pegou os fãs do craque do Tottenham de surpresa, já que ele é conhecido por ser um jogador calmo e simpático. Entretanto, isso não exclui a vontade de Son em vencer. A postura mais séria do atacante foi explicada por Ange Postecoglou, que enxerga o papel de liderança nos bastidores e deu a faixa de capitão para seu camisa 7. E essa não foi a primeira vez que o atleta de 31 anos apoiou um companheiro em um momento difícil.

Richarlison é testemunha

Richarlison é testemunha do carinho de Son Heung-min. No final de 2023, o atacante passou por um momento complicado ao não conseguir balançar as redes no Tottenham e na Seleção Brasileira, quando inclusive chegou a declarar que iria procurar ajuda psicológica. Na partida seguinte, o camisa 9 dos Spurs fez um gol e deu uma assistência na vitória sobre o Sheffield United, pela Premier League. Contudo, quem chamou a atenção foi o sul-coreano.

Son comemorou efusivamente a quebra de jejum de Richarlison, e fez questão de colocar o brasileiro à frente do time após o apito final, quando os atletas agradecem a torcida pelo apoio dentro do gramado. Os torcedores do Tottenham então aplaudiram o centroavante. O cuidado do camisa 7 dos Spurs com os companheiros de equipe também se estende aos compatriotas nos Tigres Asiáticos. Lee sabe que fez basteira, mas pode contar com seu capitão para dar a volta por cima.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo