Premier League

’Ele é um líder’: Postecoglou defende Son após rumores na Coreia do Sul

Son, também capitão do Tottenham, quebrou um dedo na mão no meio de uma confusão com outros atletas da seleção durante a Copa da Ásia

A confusão entre os jogadores sul-coreanos durante a Copa da Ásia que ocorreu no Catar, está tendo consequências em Londres. Antes da partida contra a Jordânia, em que a Coreia do Sul foi eliminada na semifinal, o capitão Son Heung-min se envolveu em uma discussão com outros três atletas de sua seleção, inclusive o meia Lee Kang-in, do PSG, que se levantaram mais cedo do almoço para jogarem tênis de mesa. Durante o ocorrido, ele deslocou um dedo da mão.

Tendo o jogador de 31 anos de volta ao time para o restante da Premier League, o treinador do Tottenham, Ange Postecoglou defendeu a postura do seu atacante, e falou sobre o papel do capitão e a forma como Son faz isso, seja na seleção ou no time inglês.

– O que eu sei sobre o incidente, e não perguntei muito sobre isso, era sobre Sonny sendo Sonny, sendo um líder e quando você é um líder às vezes você precisar entrar na linha de fogo.

– Às vezes as pessoas se enganam sobre Sonny porque ele é um cara tão positivo por estar sempre sorrindo, e com todos tendo um carinho verdadeiro por ele, mas ele quer vencer. Ele não gosta de cair nos padrões e eu o vi fazer isso por aqui. Se algo não estiver certo, ele dirá. Às vezes isso não é a coisa mais popular a se fazer.

Histórico de empenho e confusão

E tanto é verdade que o próprio sul-coreano já mostrou o seu lado mais sério no próprio Tottenham. Em julho de 2020, ele teve uma acalorada discussão com o então capitão Hugo Lloris, no intervalo da partida dos Spurs contra o Everton, pela Premier League. Mas no fim da partida, ambos se abraçaram e mostraram para a torcida que o problema tinha sido resolvido.

– Sonny por natureza é um cara legal. Ele é muito educado e respeitoso, mas isso não significa que não possa ser um verdadeiro vencedor e um cara que tem padrões elevados. Você apenas precisa ser você mesmo – é disso que se trata a liderança – finalizou Postecoglou, que foi o treinador responsável por dar a faixa de capitão ao coreano.

A confiança é tanta que o jogador voltou à Inglaterra, e apesar da lesão, foi titular dos Spurs na partida contra o Wolverhampton, pela Premier League, neste sábado (17). Já no sábado passado, Son havia jogado pelo Tottenham na vitória por 2 a 1 frente ao Brighton. Entretanto, o atacante ainda estava se reentrosando, e por isso entrou na partida só ao longo do segundo tempo. Mas mesmo cansado, ele foi importante e deu a assistência para Brennan Johnson marcar o gol da vitória do Spurs, nos acréscimos.

Com o seu reforço, o próprio jogador espera encontrar um ambiente melhor que o da seleção sul-coreana. A equipe não fez uma boa campanha, e a confusão foi o estopim não só para uma derrota por 2 a 0 para a Jordânia, como também um dos pontos que fez a confederação local demitir o treinador Jürgen Klinsmann, que tinha contrato até a Copa de 2026.

Foto de Vanderson Pimentel

Vanderson Pimentel

Jornalista formado em 2013, e apaixonado por futebol desde a infância. Em redações, também passou por Estadão e UOL.
Botão Voltar ao topo