Copa da Ásia

Em duelo tático interessante, Jordânia se aproveita da bola aérea para bater o Tajiquistão e fazer história na Copa da Ásia

Com gol contra anotado pelo zagueiro Khanonov, Jordânia vence por 1 x 0 e aguarda pelo vencedor de Austrália e Coreia do Sul nas semifinais da competição

Jordânia e Tajiquistão fizeram um confronto interessante no Estádio Al Rayyan pelas quartas de final da Copa da Ásia. O duelo já era histórico por si só devido à campanha dos tajiques, que em sua primeira participação na história do torneio conseguiu a classificação após vencer a seleção dos Emirados Árabes nas oitavas de final. Em campo, o confronto foi decidido apenas aos 21 minutos da etapa complementar, quando Khanonov acabou marcando contra, após cobrança de escanteio.

As duas seleções se neutralizaram boa parte do jogo, mas conseguiam criar algumas chances em chutes de longa distância, ou aproveitando falhas individuais da defesa adversária. Os jordânios, que bateram na fase anterior o Iraque em um confronto espetacular, seguem em frente na Copa da Ásia e aguardam o vencedor de Austrália e Coreia do Sul, jogo que acontece logo mais às 12h30 (horário de Brasília).

Equipes se anularam na primeira etapa de jogo

Logo aos dois minutos, Yazan recebeu a bola pela meia direita e carregou até a entrada da grande área. O camisa 11 da Jordânia abriu para a perna esquerda e chutou forte, à esquerda da meta do goleiro tajique
O jogo seguiu com os dois times marcando forte, o que tirava um pouco a capacidade criativa da partida. A próxima chance perigosa aconteceu somente aos 15 minutos.

Mabatshoev recebeu um lançamento na linha de fundo e cruzou à meia altura para Pandzhshanbe, que desviou e mandou a bola no travessão, o lance foi impugnado por impedimento, mas não deixou de ser perigoso.
A Jordânia chegou mais uma vez com perigo aos 30 minutos, após troca de passes, a bola saiu da direita e foi para o lado esquerdo com Almardi, que cruzou à meia altura na direção da segunda trave. Al-Naimat surgiu atrás da defesa e desviou com muito perigo, à esquerda da meta defendida por Yatimov.

Dois minutos mais tarde foi a vez do Tajiquistão responder, Safarov aproveitou rebote de escanteio e chutou de longa distância, para fácil intervenção do goleiro Abulaila. O jogo ficou um pouco mais animado na parte final do primeiro tempo. Aos 35 minutos, Ali Olwan recebeu da meia esquerda e chutou de fora da área, o goleiro Yatimov acabou espalmando e fez mais uma intervenção na sequência com Ayed aproveitando o rebote, mas o meia estava em posição irregular.

Nos acréscimos do primeiro tempo, Ali Olwan teve uma chance clara para abrir o marcador. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou limpa para o camisa nove, que pegou embaixo da bola, mandando por cima do gol, naquela que foi a última chance da primeira etapa.

No detalhe da bola aérea, Jordânia vence e consegue a classificação

O Tajiquistão voltou mais a frente no segundo tempo e teve duas chances nos primeiros nove minutos de jogo. Primeiro em um chute de fora da área e na sequência com Mabatshoev, que aproveitou uma bobeira da zaga da Jordânia e saiu na cara do goleiro Abulaila, mas mandou a bola pela linha de fundo.

O segundo tempo do confronto foi mais monótono do que a primeira metade do jogo. A organização defensiva dos times se sobrepunha aos ataques. Os dois times tinham muita disposição para correr, trocar passes, mas quando chegavam na intermediária ofensiva, ou erravam uma jogada, ou acabavam interceptados pelos sistemas de defesa.

A Jordânia não tinha feito praticamente nada na etapa complementar, mas quando atacou foi eficiente e abriu o marcador. Aos 20 minutos, após cobrança de escanteio pela direita, Nasib subiu com o zagueiro Khanonov do Tajiquistão e a bola foi no cantinho esquerdo de Yatimov, balançando o barbante.

O gol animou a seleção da Jordânia, que quase marcou o segundo gol aos 25 minutos da etapa complementar. Depois de uma ótima jogada de Al-Naimat pela direita, o camisa 11 da Jordânia tocou para Al-Taamari, que livre de marcação, dentro da área, pegou embaixo da bola e mandou por cima da meta de Yatimov, perdendo grande oportunidade.

Precisando atacar mais para tentar o empate ainda no tempo normal, O Tajiquistão teve uma boa chance aos 29 minutos com Shukurov, que da intermediária, arriscou um chute forte, bem colocado, Abulaila espalmou fazendo boa defesa.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo