Ásia/Oceania

Absoluto: Al-Hilal vence a 16ª seguida na temporada e lidera com sobra a Liga Saudita

Mesmo sem a principal contratação da temporad, Al-Hilal chegou aos 44 pontos, dez a mais do que o vice-líder Al-Nassr

A lesão de Neymar teve pouco efeito na temporada do Al-Hilal. Mesmo sem a principal contratação à disposição, a equipe comandada por Jorge Jesus segue sobrando no futebol do Oriente Médio. Nesta sexta-feira (8), com gols de Salem Al-Dawsari e Aleksandar Mitrovic, o time bateu o Al-Tai por 2 a 1, fora de casa, e sustentou a confortável liderança da Liga Saudita.

Os três pontos conquistados deixam o Al-Hilal com 44, dez a mais do que o vice-líder Al-Nassr, que entra em campo pela 16ª rodada ainda nesta sexta para encarar o Al-Riyadh, tentando diminuir a diferença na vantagem do rival.

Em contrapartida, o Al-Tai segue na segunda metade da tabela de classificação. A equipe da cidade de Ha'il soma 17 pontos, quatro acima da zona de rebaixamento, e está em 12º, podendo ser ultrapassado pelo Al-Riyadh.

Venceu, mas não convenceu

Apesar das marcas expressivas na temporada, o Al-Hilal enfrentou dificuldades acima do planejado para conquistas os três pontos no confronto desta sexta-feira.

O início de jogo sugeriria facilidade, com a equipe de Jorge Jesus se impondo e abrindo 2 a 0 com tranquilidade. O primeiro gol veio aos 19 minutos, quando Salem Al-Dawsari aproveitou cruzamento da direita e pegou de primeira, com muita categoria.

A vantagem aumentou com ajuda do VAR. A arbitragem de vídeo recomendou a revisão de um lance dentro da área, envolvendo o próprio Mitrovic, e a arbitragem anotou pênalti a favor do Al-Hilal. O sérvio bateu com precisão e diminuiu.

O Al-Hilal ainda poderia ter comemorado o terceiro, com Ruben Neves, aos 44 minutos do primeiro tempo. Porém, a arbitragem anulou o gol após consulta ao VAR.

A diferença no marcador de certa forma relaxou o líder do saudita. Na única finalização certa no primeiro tempo, o Al-Tai diminuiu com Tariq Mohammed, nos acréscimos.

O susto ocorrido no fim da primeira etapa não trouxe efeitos práticos na atuação do Al-Hilal, que até passou sufoco durante a segunda etapa. Nos minutos finais, o sistema defensivo do time de Jorge Jesus precisou trabalhar para evitar o empate.

Sucesso após início ruim

O início da temporada, com tropeços inesperados, causou desconfiança sobre o trabalho de Jorge Jesus no Al-Hilal. Porém, esse julgamento está definitivamente enterrado pela excelente fase vivida pela equipe comandada pelo ex-Flamengo.

O Al-Hilal emplacou o 16º resultado positivo consecutivo ao vencer o confronto desta sexta-feira. A conta contempla os jogos pelo Campeonato Saudita, pela Copa do país e pela Liga dos Campeões da Ásia.

O último tropeço (que não foi sequer uma derrota) do Al-Hilal ocorreu há quase três meses, quando o time ficou apenas no empate contra Damac, em duelo pelo campeonato local.

Alô, Cristiano Ronaldo

Aleksandar Mitrovic anotou dois gols no clássico contra o Al-Nassr de Cristiano Ronaldo, no início de dezembro, e se colocou diretamente na disputa pela artilharia do Campeonato Saudita.

Nesta sexta-feira, o sérvio confirmou a fase goleadora e se aproximou ainda mais do português, agora definitivamente pressionado para seguir com a primeira posição na tabela de artilheiros.

O gol anotado por Mitrovic, em cobrança de pênalti certeira, foi o 14º do centroavante na Liga Saudita. Cristiano Ronaldo, que ainda vai atuar na rodada, soma 15.

Aliás, Mitrovic alcançou uma marca expressiva dentro do Al-Hilal. O atacante é o primeiro jogador a marcar em sete partidas seguidas do campeonato desde o brasileiro Wesley, que balançou as redes em 12 jogos seguidos na temporada 2012-2013.

Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo