Sul-Americana

Internacional volta a jogar em solo gaúcho em partida de vida ou morte na Sul-Americana

Em confronto com o Delfín (EQU), no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, Colorado precisa da vitória para seguir na competição continental

Ainda não é no Beira-Rio, que deve estar 100% pronto em julho, mas neste sábado (8), o Internacional volta a jogar no Rio Grande do Sul depois das enchentes que assolaram o estado. E não é um jogo qualquer. Diante do Delfín, às 21h30min, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul/RS, o Colorado decide seu futuro na Copa Sul-Americana.

Internacional e Delfín chegam a esta última partida da fase classificatória da competição continental com oito pontos e mesmo saldo de gols — a equipe do litoral equatoriano está à frente, na segunda colocação do Grupo C pelo número de gols marcados.

Ou seja, somente a vitória interessa para o Colorado garantir vaga nos playoffs e evitar eliminação precoce e vexatória.

Se o Internacional vencer, diferença de gols definirá próximos adversários

Se o Inter vencer, a diferença de gols definirá qual será seu adversários nos playoffs, e, eventualmente, nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Rosario Central, LDU, Independiente Del Valle, Libertad, Fortaleza, Lanús, Cruzeiro e Ameliano podem cruzar o caminho colorado.

  • Se vencer por um gol de diferença: Rosario Central nos playoffs e Fortaleza nas oitavas de final
  • Se vencer por dois gols de diferença: LDU nos playoffs e Lanús nas oitavas de final
  • Se vencer por três gols de diferença: Independiente Del Valle nos playoffs e Cruzeiro nas oitavas de final
  • Se vencer por quatro ou mais gols de diferença: Libertad nos playoffs e Ameliano (PAR) nas oitavas de final

Internacional conta com desfalques, mas também com retornos

Para atingir o objetivo de seguir adiante na Sul-Americana, o Inter terá força máxima contra o Delfín. Ao menos, quem está à disposição do técnico Eduardo Coudet. Sergio Rochet, Rafael Borré e Enner Valencia servem suas seleções na Data Fifa, enquanto Maurício sofreu um trauma no joelho direito e também será desfalque.

Por outro lado, Aránguiz e Wanderson voltam a ficar à disposição. O volante foi preservado da vitória por 2 a 0 sobre o Real Tomayapo, na última terça-feira (4), na Bolívia, e o atacante se recuperou de lesão ligamentar no tornozelo esquerdo sofrida na derrota por 1 a 0 para o Athletico-PR, no dia 21 de abril.

A tendência é de que Aránguiz, inclusive, comece entre os titulares. Ainda no meio-campo, Fernando e Thiago Maia brigam por uma vaga. A provável escalação do Inter tem Fabrício; Bustos, Vitão, Mercado e Renê; Thiago Maia (Fernando); Bruno Henrique (Gustavo Prado), Aránguiz e Wesley; Alan Patrick e Enner Valencia.

Alfredo Jaconi estará lotado

A expectativa é de casa cheia no Alfredo Jaconi. Com saudades de ver seu time in loco, 15 mil colorados compraram ingressos até a manhã de sexta-feira (7). Como o estádio do Juventude tem capacidade para pouco mais de 18 mil, ele deverá estar lotado.

A gente agora tem essa oportunidade de reencontrar o nosso povo, estar mais perto da nossa casa. Com as coisas voltando dentro da normalidade ficamos felizes de poder encontrar nossa torcida, nossa casa depois desse período fora — comentou Alan Patrick em entrevista aos canais oficiais do Internacional.

Internacional na Copa Sul-Americana 2024

  • 3º colocado do Grupo C, com 8 pontos em 5 jogos
  • 2 vitórias, 2 empates e 1 derrota
  • 5 gols feitos e 3 gols sofridos
  • 53% de aproveitamento
Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo