Brasil

Internacional voltará ao Beira-Rio antes do previsto; entenda

Com retorno de boa parte de luz e água, e conclusão do plantio da grama de inverno, estádio colorado deve voltar a ser utilizado em julho

Depois da tragédia climática no Rio Grande do Sul, o Internacional segue o processo de reconstrução do Estádio Beira-Rio, inundado pelas enchentes. E a notícia boa, divulgada pelo clube na noite de quinta-feira (6), é de que a previsão de retomada de atividades no complexo foi antecipada para julho.

De acordo com o Inter, a luz já foi restabelecida em 75% do estádio. Na quinta-feira (6), foram feitos testes para a retomada dos 25% restantes. É o mesmo caso do abastecimento de água.

Iniciou nesta semana a troca da grama sintética dos vestiários e do túnel de acesso ao campo. Também está em andamento o processo de compra de novo mobiliário, já que todo o antigo que ficava no primeiro piso foi danificado.

Gramado do Beira-Rio segue em reconstrução

Quanto ao gramado, a grama de inverno já teve sua plantação concluída. A partir de agora, a previsão é de duas semanas para ela brotar. Converge com o prazo adiantado por Lucas Pedrosa, especialista ouvido pela Trivela, e ratificado pelo vice-presidente do Internacional, Vitor Grunberg, em entrevista coletiva no dia 15 de maio.

Na quinta-feira (6), foi iniciada a limpeza das lojas e de áreas de circulação do nível um do estádio. A previsão é de que até o final da próxima semana o Gigante esteja completamente limpo.

CT Parque Gigante teve 50 toneladas de entulho retiradas

Quanto ao CT Parque Gigante, a Cooperativa dos Catadores da Cavalhada (ASCAT), contratada pelo Inter, concluiu a retirada de lixo no dia 31 de maio. 50 toneladas de entulho foram encaminhadas para descarte. Cerca de 20 pessoas retiraram estruturas e equipamentos, assim como limparam a alta camada de lodo que cobria o espaço.

50 toneladas de entulho foram retiradas do CT Parque Gigante. Foto: Daniel Marenco/SC Internacional

— Todo o entulho contaminado pela enchente foi entregue ao DMLU [Departamento Municipal de Limpeza Urbana] e o que é possível sanitizar, como algumas cadeiras e equipamentos de academia, foi guardado para posterior limpeza e manutenção — explica André Dalto, vice-presidente de Administração do Inter.

Os próximos passos são os de reconstruir os prédios, já que as paredes de drywall, esquadrias, forro, instalações elétricas de TI e mobiliário foram perdidos, e de replantar a gramda de inverno, à medida que os gramados do centro de treinamento foram muito afetados. A previsão é de 90 dias para conclusão.

Internacional tem variado locais de jogos e treinamentos

Enquanto isso, o elenco profissional do Inter tem treinado no Otho Hotel, em Itu, no interior de São Paulo. Nas próximas semanas, os locais de treinamento devem variar conforme os palcos das partidas.

O próximo jogo do Inter como mandante será neste sábado (8), às 21h30min, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul/RS, contra o Delfín, pela Copa Sul-Americana. Na quinta-feira (13), às 20h, o confronto com o São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro, será no Heriberto Hülse, em Criciúma/SC.

Próximos jogos do Internacional

  • Internacional x Delfín — Copa Sul-Americana — sábado, 8 de junho de 2024, às 21h30min (horário de Brasília).
  • Internacional x São Paulo — Campeonato Brasileiro — quinta-feira, 13 de junho de 2024, às 20h (horário de Brasília).
  • Vitória x Internacional — Campeonato Brasileiro — domingo, 16 de junho de 2024, às 16h (horário de Brasília).
Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo