Sul-Americana

Ameaçado, Cruzeiro enfrenta Alianza FC por sobrevivência na Copa Sul-Americana

Alianza FC e Cruzeiro jogam nesta terça-feira (7), às 21h30, no Estádio Armando Maestre Pavajeau, em Valledupar, pela quarta rodada da competição

A partir de agora, todo jogo é uma decisão para o Cruzeiro na Copa Sul-Americana. Ainda sem vencer na competição — são três empates em três jogos —, o time celeste enfrentará o Alianza FC, da Colômbia, nesta terça-feira (7), às 21h30 (horário de Brasília) no Estádio Armando Maestre Pavajeau, em Valledupar, pela quarta rodada do grupo B.

Terceiro colocado em sua chave, com três pontos em três jogos, o Cruzeiro não depende só de si para se classificar na primeira colocação. Na Copa Sul-Americana, somente os líderes de cada grupo vão direto para as oitavas de final. Os segundos colocados disputam um playoff com os terceiros colocados dos grupos da Copa Libertadores, o que pode colocar adversários duros frente a frente.

Por isso, é indispensável que a Raposa vença o jogo de logo mais. Um tropeço somado a uma vitória da Universidad Católica (EQU), que pega o Unión La Calera (CHI) em casa, impediria que o time celeste alcançasse a primeira colocação do grupo. Atualmente, a Católica lidera, com sete pontos, O La Calera tem quatro, o Cruzeiro, três e o Alianza, um, conquistado em empate por 3 a 3 em pleno Mineirão, após os mandantes abrirem 3 a 0 no primeiro tempo. O jogo resultou na saída do goleiro Rafael Cabral do clube.

Se o Cruzeiro vencer e houver um empate no outro jogo, que acontece na quinta-feira (9), às 23h (horário de Brasília), o time celeste seguirá muito vivo e dependerá só de si na briga pelo primeiro lugar do grupo. Ainda, sim, é preciso pensar primeiramente no adversário de hoje, que já causou problemas e atuará em seus domínios.

Fernando Seabra deve manter time base, mas com uma alteração

O Cruzeiro não joga desde o dia 28 de abril, quando bateu o Vitória por 3 a 1, em ótima atuação, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. A falta de jogos no meio da semana passada e o adiamento da partida contra o Internacional, que aconteceria no sábado (4), devido às fortes chuvas que assolam o Rio Grande do Sul, deram ao treinador Fernando Seabra o que ele pedia desde sua chegada: tempo de trabalho e prazo para recuperação de atletas.

O comandante azul vinha reclamando que o calendário apertado do futebol brasileiro não permitia a implementação de suas ideias de forma satisfatória. Agora, com nove dias de diferença entre um jogo e outro, a expectativa cresce para a apresentação do time.

A tendência é que Fernando Seabra mantenha a base do time que venceu o Vitória com apenas uma alteração: Álvaro Barreal entrando no time titular no lugar de José Cifuentes. O jovem argentino foi bem contra os baianos e deu duas assistências nos 45 minutos que esteve em campo. Cifuentes, por sua vez, não agradou tanto.

Ainda sem o volante Japa, o meia Mateus Vital, o atacante Rafael Bilu e o centroavante Juan Dinenno, machucados, novas alterações não devem acontecer. O goleiro Gabriel Grando, recém apresentado, não foi inscrito na primeira fase da Copa Sul-Americana e, por isso, não viajou com o restante do elenco.

Escalação do Cruzeiro

Fernando Seabra deve escalar o Cruzeiro assim: Anderson; William, Zé Ivaldo, João Marcelo e Marlon; Lucas Romero, Lucas Silva e Álvaro Barreal; Matheus Pereira, Arthur Gomes e Rafa Silva.

Clique aqui e saiba onde assistir ao confronto entre Alianza FC e Cruzeiro.

Relacionados do Cruzeiro

Sem Japa, Dinenno, Mateus Vital, Rafael Bilu e Gabriel Grando, indisponíveis, notou-se a ausência do lateral-direito Wesley Gasolina e do jovem ponta João Pedro, que entrou contra o Vitória, entre os relacionados para pegar o Alianza FC. Seabra levou os seguintes jogadores para a Colômbia:

  • Goleiros: Anderson, Léo Aragão e Otávio
  • Laterais-direitos: Helibelton Palacios e William
  • Zagueiros: João Marcelo, Lucas Villalba, Neris e Zé Ivaldo
  • Laterais-esquerdos: Kaiki e Marlon
  • Volantes: Filipe Machado, José Cifuentes, Lucas Romero, Lucas Silva e Ramiro
  • Meias: Matheus Pereira e Vitinho
  • Atacantes: Álvaro Barreal, Arthur Gomes, Gabriel Veron, Rafael Elias, Rafa Silva e Robert

Alianza FC em busca de milagre

Se a situação do Cruzeiro é difícil na Copa Sul-Americana, a do Alianza FC é pior. Com um ponto em três jogos e sendo a equipe mais modesta da competição, o time de Valledupar tenta surpreender novamente o rival mais tradicional da chave, o que já seria mais um feito histórico para esse grupo. Sem muito a perder, a equipe poderá atuar sem pressão, ao contrário da Raposa, e se utilizar disso para buscar o resultado.

O Alianza FC foi deve ser escalado pelo treinador Hubert Bodhert com algo não muito diferente de: Pier Grazziani; Efraín Navarro, Jesús Figueiroa, Pedro Franco e Leonardo Saldanã; Ruben Manjarres, Ever Meza e Jhair Castillo; Emerson Batalla, Mayer Gil e Michael Rangel.

Emerson Batalla, jovem ponta que marcou duas vezes contra o Cruzeiro e uma contra a Universidad Católica, é a grande esperança de gols do Alianza FC, que venceu apenas um dos seus últimos 12 jogos na temporada, para a partida.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo