Libertadores

Fluminense chega ao Paraguai com dúvida na escalação para decisão na Libertadores

O Fluminense já está no Paraguai, mas ainda não se sabe que time entra em campo para enfrentar o Olimpia, no jogo de volta das quartas de final da Libertadores. O técnico Fernando Diniz tem uma dúvida entre os titulares. Na ida, John Kennedy surpreendeu o técnico adversário Francisco Arce, que viu um Tricolor bem diferente no Maracanã.

Diniz tem algumas opções para surpreender novamente Arce. A própria manutenção do sistema ainda mais ofensivo com dois atacantes de área é uma delas, e como John Kennedy não viajou a Curitiba, onde o Flu empatou com o Athletico usando reservas pelo Campeonato Brasileiro, as chances não parecem pequenas.


O camisa 9 vem em grande fase e participou de metade dos últimos 10 gols marcados pela equipe — além da última rodada do Brasileirão, ele não esteve em campo contra o Argentinos Juniors, nas oitavas da Libertadores, em Buenos Aires.

Sua entrada alterou o panorama da partida de ida, e embora não tenha balançado as redes, foi um dos melhores em campo. O técnico do Tricolor elogiou sua atuação.

— John Kennedy já vinha bem para entrar como titular. Os gols são consequência do momento tático e físico que ele está tendo com relação ao time. Taticamente ele contribui muito. Aprendeu o jeito de o time jogar e marcar. Somado a isso, era esperado que o Olimpia fizesse um tipo de jogo parecido com esse. Seria muito importante ter um jogador a mais na última linha, que consegue criar situação de ataque, que tem o cheiro do gol. Ele tem muita força física e consegue prender a bola. Resumindo, são duas coisas: momento positivo que o John já vinha vivendo e somado a isso o plano tático se encaixava melhor com a presença dele — opinou Diniz.

Olimpia Asuncion
31/08/23 - 21:30

Finalizado

1

-

3

Fluminense

Olimpia Asuncion - Fluminense

Copa Libertadores - Manuel Ferreira

3rd Turno

Na partida de volta, entretanto, o Olimpia estará em desvantagem de dois gols. O Fluminense espera que os paraguaios joguem de uma maneira diferente, cedendo mais espaços em busca dos gols. No Rio de Janeiro, o time comandado por Arce se limitou a defender e teve dificuldades contra o Tricolor.

— A gente sabe que lá eles têm uma maneira diferente de jogar. Sabem jogar a Libertadores. São muito bem treinados, com jogadores excelentes. Temos que estar muito bem preparados. A maneira que eles jogaram aqui não é como vão jogar lá. É um time muito forte, que consegue empurrar os adversários para trás. A torcida é muito entusiasmada e vem junto — afirmou o técnico.

De volta, Alexsander corre por fora no Fluminense

Com o retorno de Alexsander, que ficou fora de combate por 106 dias, uma das alternativas é justamente voltar ao time que mais se aproxima do ideal — Marcelo, titular da lateral-esquerda, está suspenso pela Conmebol pela expulsão nas oitavas, contra o Argentinos Juniors.

O jovem de 19 anos entrou no fim da vitória sobre o Olimpia, no Maracanã, e atuou por quase 70 minutos na Arena da Baixada, o suficiente para colocar uma pulga atrás da orelha do técnico do Fluminense.

O planejamento do clube já era contar com ele nesta fase da Libertadores. Liberado e com ritmo de jogo, Alexsander pode ser outra surpresa para o Olimpia no Defensores del Chaco. O camisa 5 deixou boa impressão em Curitiba.

Martinelli e Lima são outras alternativas para Diniz

Outros dois jogadores também estão na briga por uma vaga no time caso Fernando Diniz opte por voltar ao seu arranjo tático original.

Em má fase, Lima foi sacado da equipe no jogo de ida, mas voltou a ser utilizado como titular contra o Athletico, ainda que o Tricolor tenha atuado com reservas. O camisa 45, entretanto, foi novamente bastante criticado nas redes sociais.

Ao lado dele, Martinelli também começou jogando na posição que, entre os titulares, pertence a André. O camisa 8 foi considerado o melhor em campo e, se o jogo servir como disputa, é o favorito para ser titular no Defensores del Chaco. Foi dele o passe para o gol de João Neto, que colocava o Fluminense na frente fora de casa — o time sofreu o empate seis minutos depois.

Fluminense na Libertadores 2023

Foto de Caio Blois

Caio Blois

Jornalista pela UFRJ, pós-graduado em Comunicação pela Universidad de Navarra-ESP e mestre em Gestão do Desporto pela Universidade de Lisboa-POR. Antes da Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo