Libertadores

O que Diniz achou de críticas em protestos e vitória do Fluminense na Libertadores 

Técnico contesta reclamações por improvisos, vê Flu soberano em vitória e exalta classificação na Libertadores

O Fluminense venceu o Cerro Porteño por 2 a 1 e garantiu a classificação na Libertadores como primeiro colocado do grupo A. Após o jogo, o técnico Fernando Diniz comentou não só a atuação de sua equipe, mas as críticas que sofreu em protestos na quarta-feira (15).

— Muita coisa que a gente vai colocando dentro de uma panela e mexendo e acha que tudo está ruim. Não está tudo ruim — disse Diniz.

— É um processo que a gente vai vivendo, para o torcedor, para o time, para a instituição, processo de campeão da Libertadores, vice do mundo, para assimilar isso e voltar demora. Não é que estamos demorando muito. A gente queria ganhar todos os jogos, ganhar a Recopa, o Carioca e estar em primeiro no Brasileiro, mas não é assim que acontece. O que posso garantir é que estamos trabalhando para arrumar o time mais rápido possível — afirmou Diniz.

Diniz chamou de “energia ruim” uma parte do momento vivido pelo Tricolor. Apesar de se classificar na Libertadores de maneira invicta, o Flu não vem jogando bem e está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

— Eu acho que o time fez um bom jogo. Principalmente antes de tomar o gol de empate. Estava soberano. Era jogo de um time só. No momento que estamos vivendo ainda, de energia mesmo, na primeira bola que escapou sofremos gol, num lance duvidoso, se foi falta ou não… Mas tomamos o gol no primeiro ataque do Cerro — opinou.

Com o adiamento do Brasileirão por conta das enchentes no Rio Grande do Sul, o Fluminense terá apenas dois jogos nas próximas duas semanas, contra o Sampaio Corrêa (22/5), pela Copa do Brasil, e Alianza Lima (29/5), pela Libertadores.

Diniz vê bom jogo do Fluminense e dificuldade na Libertadores

O técnico mais uma vez falou que o momento do Fluminense é de crescimento na temporada. Para Diniz, o último mês foi positivo para o Tricolor apesar de alguns percalços.

— A gente ainda tem coisa para melhorar. Naturalmente vamos melhorar. Mas esse último mês estamos oscilando mais para cima do que para baixo. Estamos entrando em novo momento, eu acredito — opinou Diniz.

— Se a gente for fazer análise racional, porque o torcedor fica naquela coisa de ganhar, ganhar, ganhar, mas a gente tem um título já e se a gente comparar com a temporada do ano passado neste momento estamos com mais pontos do que fizemos na Libertadores do ano passado. Terminamos com 10 pontos, tivemos que empatar com o Sporting Cristal para classificar. Hoje já estamos classificados em primeiro, estamos em boa situação na Copa do Brasil e o Brasileiro, no meu entender, estamos com pontuação abaixo do que a gente merecia — disse.

Diniz contesta crítica por improvisos no Fluminense

Criticado por improvisar demais no Fluminense, Fernando Diniz falou de própria vontade sobre o tema antes mesmo de ser questionado. O técnico lembrou que a equipe não joga de maneira convencional e não vê isso como problema.

— A gente não está ganhando ou perdendo por causa disso, ou só por causa disso (improvisações). Se for falar de improvisação, o Fluminense não joga ou nunca vai jogar de maneira convencional como os outros times — afirmou.

Como está o Fluminense em 2024

Próximos jogos do Fluminense

Veja os próximos confrontos do Fluminense na continuação da temporada:

  • Fluminense x Sampaio Corrêa — Copa do Brasil — quarta-feira, 22 de maio — 20h (horário de Brasília),
  • Fluminense x Alianza Lima — Libertadores — quarta-feira, 29 de maio — 21h30 (de Brasília).

 

 

 

Foto de Caio Blois

Caio Blois

Jornalista pela UFRJ, pós-graduado em Comunicação pela Universidad de Navarra-ESP e mestre em Gestão do Desporto pela Universidade de Lisboa-POR. Antes da Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo