Alemanha

Rangnick se interessa em ser técnico da seleção alemã: “É um cargo que não deixa ninguém indiferente”

Depois do anúncio que Joachim Löw deixará o cargo de técnico da seleção alemã após a Eurocopa, começou a especulação por quem poderia substituí-lo. Rapidamente, Jürgen Klopp, do Liverpool, deixou claro que não irá assumir, mas outro nome dos especulados mostrou interesse: Ralf Rangnick, ex-técnico e diretor esportivo do RB Leipzig.

Aos 62 anos, Rangnick é um dos nomes de mais experiência no mercado. Desde 2012, está ligado às equipes da Red Bull. Se tornou diretor do grupo, gerenciando Red Bull Salzurg, da Áustria, e RB Leipzig, da própria Alemanha. Assumiu como técnico do RB Leipzig em maio de 2015, ficando uma temporada, até maio de 2016. Voltaria a assumir o cargo em junho de 2018 até junho de 2019, antes do atual treinador, Julian Nagelsmann, assumir o posto. Voltou a assumir um posto de diretor.

Em 2020, havia um acordo para que ele assumisse um novo cargo no Milan a partir da temporada 2020/21. O alemão queria controle total do departamento de futebol, o que irritou gente como Paolo Maldini. Com os bons resultados em campo e um om trabalho de Stefano Pioli, o Milan mudou de rumo e decidiu pela permanência do treinador. Pouco depois, Rangnick pediu demissão da Red Bull e disse que queria voltar a ser técnico.

Rangnick foi perguntado pela Sky Sports Alemanha se ele teria interesse em assumir a seleção alemã e foi bastante claro. “Se eu ainda estiver livre, é claro que sim”, afirmou. “De qualquer forma, é uma questão de respeito. Além disso, é um cargo que não deixa ninguém indiferente como técnico da Alemanha. Eu iria até lá ouvir a isso [se recebesse uma ligação da DFB]”.

“Em geral, eu posso imaginar muitas coisas. É uma questão de timing. No momento eu estou livre, mas o senhor Keller [Fritz Keller, presidente da Federação Alemã de Futebol, DFB] quer ter o seu tempo para escolher o novo técnico. Agora temos que ver o que acontece nas próximas semanas”.

O trabalho de Joachim Löw está sob forte questionamento desde a Copa do Mundo de 2018, quando a Alemanha foi eliminada ainda na fase de grupos. Rangnick é provavelmente o nome mais forte no mercado para assumir o posto, mas há um problema: ele provavelmente exigiria mais poder que um treinador tem hoje, o que poderia bater com a função de Oliver Bierhoff. É uma questão a ser avaliada. Outro nome interessante é Christian Streich, do Freiburg. Os dois nomes foram analisados na coluna de futebol alemão, que que você pode ler aqui. Outro especulado é Stefan Kuntz, treinador da seleção sub-21 da Alemanha.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo