Leste Europeu

[Vídeos] Enfim o Zenit está aproveitando a imagem da força sobre-humana de Hulk

Por seu porte físico e pela potência de seus chutes, Givanildo Vieira de Souza ganhou o apelido de “Hulk” quando ainda jogava no Japão. O bom desempenho apresentado no futebol asiático e depois no Porto o levou para a seleção brasileira e fez despertar o interesse de alguns clubes em seu futebol. Acabou acertando com o Zenit e, mesmo tendo feito uma boa temporada em 2014/15, o atacante esteve meio escondido na Rússia nos últimos dois anos. Até agora, pelo menos, já que o clube finalmente começou a aproveitar a imagem de “super-herói” de seu artilheiro.

VEJA TAMBÉM: Dunga, não seria melhor convocar Ricardo Goulart ao invés de Tardelli?

De uma semana para cá, o clube produziu três vídeos curtos sobre a dificuldade de Hulk no dia-a-dia com seus companheiros por causa de sua força sobre-humana. Como quando está treinando finalização e arremessa o goleiro para longe e acaba furando a rede. Ou quando a bola simplesmente não aguenta o impacto de seu pé e explode com seu contato. Até mesmo na hora de recreação com os colegas de time, jogando videogame, a falta de controle sobre a própria força é um problema, e acaba sobrando para o controle e… para a parede. O resultado disso tudo é que nessa semana o atacante brasileiro tem sido mais falado do que conseguiu sendo o artilheiro do Russão passado, com 15 gols. Não adianta nada estar fazendo bem seu trabalho se ninguém está vendo, não é mesmo?

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo