Leste Europeu

Torcida do Zbrojovka Brno revitalizou estádio abandonado para dizer adeus a um ídolo

A pequena cidade de Brno na República Tcheca, com aproximadamente 800 mil pessoas na região metropolitana, teve o seu melhor período futebolístico no final dos anos setenta, quando o Zbrojovka Brno foi campeão nacional, em 1978, e vice dois anos depois. O símbolo disso era o estádio Za Luzankami, com capacidade para 50 mil pessoas, que era o maior do país na época. Esteve abandonado desde 2001, quando o clube se mudou para o mais modesto Srbska, até a torcida se mobilizar para o jogo de despedida de Petr Svancara.

LEIA MAIS: Os 50 anos de Skuhravý, o último grande ídolo da Tchecoslováquia

O atacante de 37 anos começou sua carreira pelo Brno e saiu em 2006 para perambular por outros clubes da República Tcheca. Voltou em 2011 para chutar suas últimas bolas, mas acabou emprestado nas últimas duas temporadas para o Pribram. Decidiu que era hora de pendurar as chuteiras. O jogo de despedida teria que ser pelo Brno, e teria que ser no Luzankami. Houve tentativas anteriores de revitalizar o estádio, que foi tomado por árvores, arbustos, pássaros e moradores de rua, mas por motivos políticos ou financeiros, nenhuma foi em frente. Até Svancara usar a sua influência como ídolo local.

A reforma custou € 4 mil (o equivalente a R$ 18 mil), verba levantada com uma vaquinha on-line, e ela foi inteiramente realizada por dezenas de torcedores voluntários convocados por Svancara. Nenhum deles pediu nada em troca. “O que é incrível na República Tcheca”, disse o jogador ao Guardian. “Muitas pessoas vieram aos sábados ao invés de passar o fim de semana com suas famílias, e eu acho que mesmo pessoas de outras cidades nos ajudaram. Conquistou o coração das pessoas. No começo, achamos que limparíamos apenas parte do estádio. Pensava que 5 mil torcedores viriam ao jogo. Mas, depois, vimos que o interesse era realmente grande”.

ASSINE A NEWSLETTER DA TRIVELA

E foi bem maior mesmo. O jogo foi realizado em 27 de junho entre times com ex-parceiros de Svancara e ex-jogadores do time campeão tcheco de 1978. O estádio foi liberado pelas autoridades para 23 mil pessoas, mas estimativas dão conta de que 35 mil estivaram presentes, sem contar os que se aglomeraram no lado de fora. Ídolos do título nacional tiveram a chance de jogar novamente no Luzankami, assim como torcedores que não gostaram da mudança para o Srbska puderam torcer naquelas arquibancadas mais uma vez. “Ainda hoje, algum homem mais velho me para na rua e me diz que o fizemos chorar, e que ele não chorava há muitos anos. Eles lembram o Zbrojovka Brno de 1978 e me agradecem por tê-lo devolvido a eles”, disse.

O reformado Luzankami virou a casa das categorias de base do Brno, e Svancara está tentando fazer com o que o clube principal volte a treinar no local. No futuro, que volte a mandar partidas no antigo estádio para restaurar a antiga glória do orgulho da cidade, que foi apenas 13º colocado no último Campeonato Tcheco. “Acho que, quando o Zbrojovka Brno retornar ao Luzanky (apelido do estádio), será um clube completamente diferente. Pode ganhar o título novamente”, concluiu.

Veja a transformação do estádio e a festa da despedida de Svancara:

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo