Leste Europeu

Para variar, clássico sérvio acaba em violência e prisões

Partizan e Estrela Vermelha são conhecidos por fazerem um dos clássicos mais tensos do planeta. Torcedores organizados constituíram forças paramilitares durante os conflitos nos Bálcãs nas últimas décadas e não é incomum que este clima de guerra seja transferido para os arredores dos estádios. Como aconteceu neste sábado, durante o Dérbi Eterno decisivo pelo Campeonato Sérvio.

Os confrontos aconteceram nos arredores do Estádio Partizana e a confusão também tomou conta das arquibancadas. Segundo a polícia local, 92 torcedores foram presos em Belgrado. As brigas se deram até mesmo entre ultras do próprio Partizan, apartada pela polícia. Já os vândalos do Estrela Vermelha colocaram fogo em diversas cadeiras do estádio e o jogo precisou ser interrompido por causa da fumaça que tomava conta do campo.

No gramado, a violência se limitou a várias faltas duras, que contaram com a complacência do árbitros. O Partizan venceu, encerrando uma sequência de quatro vitórias do Estrela Vermelha em clássicos e se aproximando do hexacampeonato do Campeonato Sérvio. Um feito que não condiz com a atitude de seus torcedores.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo