Itália

Destaque da Euro quer se transferir para Juventus, mas Bologna tem outros planos

Riccardo Calafiori prefere continuar no futebol italiano, só que o clube do zagueiro quer mudança para o exterior

A Itália não conseguiu mais do que uma ida às oitavas de final na Eurocopa 2024. Com Luciano Spalletti no comando, o time sofreu na fase de grupos, avançou na bacia das almas e sucumbiu para Suíça no mata-mata.

Se houve um destaque nessa fraca campanha da Azzurra, foi o zagueiro Riccardo Calafiori.

Canhoto, o defensor mostrou uma enorme qualidade na saída de bola, sendo o autor da assistência que classificou o país às oitavas. Suspenso, fez falta na derrota por 2 a 0 que culminou na eliminação.

Ostentando 1,88m, também é forte e bom nos duelos individuais.

Por tudo isso, agita o mercado de transferências, aberto na última segunda-feira (1), e já conta com três gigantes europeus interessados.

Bologna prefere que Calafiori jogue por ingleses ao invés de Juventus

Segundo o jornalista especializado em transferências no futebol europeu Fabrizio Romano, Calafiori segue despertando interesse da dupla londrina Arsenal e Chelsea, mas o jogador “deu luz verde” para outro concorrente.

Trata-se da Juventus, interessada no atleta desde fevereiro, agora comandada por Thiago Motta, técnico que trabalhou com o zagueiro de 22 anos no Bologna na última temporada.

Porém, se depender dos Rossoblù, o defensor da seleção italiana irá para o exterior ao invés de reforçar um rival local, mesmo que o objetivo seja mantê-lo para disputa da Champions League na próxima temporada.

– Nós o contratamos há 12 meses, então vamos ver o que acontece no mercado, mas em nossas cabeças há a vontade de mantê-lo. Tentaremos mantê-lo, mas se ofertas importantes chegarem, teremos que levá-las em consideração. Não acho que ele vá para a Juventus, provavelmente irá para outro mercado.- afirmou o diretor-esportivo do Bologna, Giovanni Sartori, ao site italiano Calciomercato.

Ainda conforme o que publicou Romano, não houve proposta e a dupla inglesa busca alternativas para o negócio, considerado caro porque o Basel, clube anterior de Calafiori, receberá quase 50% de uma possível transferência.

No último mês, segundo o jornal inglês The Athletic, o Liverpool aparecia entre os interessados no jogador italiano, enquanto o Bayer Leverkusen teria desistido pelo preço, disse o periódico alemão Kicker.

A carreira de Riccardo Calafiori

Riccardo Calafiori jogando pela Roma, clube que o revelou
Riccardo Calafiori jogando pela Roma, clube que o revelou (Foto: Icon Sport)

Cria da base da Roma (e campeão por lá), o jovem nunca se firmou no time principal dos Giallorossi – também atrapalhado pelas várias lesões que sofreu. Desde a estreia no profissional, em 2020, foram apenas 18 partidas.

Sem espaço, foi emprestado por alguns meses para o Genoa, onde também teve questões físicas e só jogou três vezes.

Já que não se encontrou no futebol local, se mudou para a Suíça em 2022 por apenas 2,6 milhões de euros e finalmente brilhou, justificando as boas expectativas que levantava na base.

Também como lateral-esquerdo, jogou bem no Basel, ficando por só um ano até chegar no Bologna por 4 milhões.

Na equipe italiana, fez a melhor temporada da carreira até aqui com 33 jogos, dois gols marcados e cinco assistências.

Impacto essencial para o time que foi a sensação da Serie A em 2023/24 e retornou à Champions após 59 anos.

Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Nascido e criado em São Paulo, é jornalista pela Universidade Paulista (UNIP). Já passou por Yahoo!, Premier League Brasil e The Clutch, além de assessorias de imprensa. Escreve sobre futebol nacional e internacional na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo