Itália

Allegri confessa que assinou com o Real Madrid antes da Juventus o chamar para voltar

Treinador da Juventus contou que já tinha aceitado a proposta do Real Madrid, mas que desistiu de ir para a Espanha quando surgiu o convite do clube italiano

O técnico Massimiliano Allegri contou que estava muito perto de ir para o Real Madrid quando a Juventus o chamou, a ponto até de já ter assinado o contrato. Ele desistiu quando houve o convite da Velha Senhora e relatou, em entrevista {a revista GQ, problemas pessoais que o fizeram optar por ficar na Itália, recusando, então, assumir o clube espanhol. Ele também comentou sobre a contratação de Dusan Vlahovic e ainda como convenceu Álvaro Morata a permanecer na Juve, apesar do assédio do Barcelona.

Os motivos da preferência pela volta à Juventus

Allegri foi anunciado pela Juventus em maio de 2021, depois das experiências com Maurizio Sarri e Andrea Pirlo não terem funcionado. O retorno do comandante, aliás, foi anunciado horas depois da demissão de Pirlo, após o fim da temporada. O treinador conquistou cinco títulos consecutivos na Serie A, além de quatro Copas da Itália, duas Supercopas Italianas e dois vice-campeonatos da Champions League. Demitido em 2019 criticado pelo seu estilo defensivo, foi chamado para tentar retomar esse amplo domínio da Velha Senhora.

“Foi o momento certo. Estava parado há muito tempo, iria retornar a treinar de qualquer forma e poderia ter feito isso antes, mas questões pessoais aconteceram. Em 2018 minha mãe morreu, então em 2019 eu não queria ficar muito longe e aproveitei a oportunidade de ficar próximo a Giorgio, meu filho mais jovem, o mais velho vive em Milão e é independente. Meu pai está em Livorno e foi muito afetado pela ausência da minha mãe”, contou Allegri.

“A decisão de voltar à Juventus, além de ser muito ligado à direção do clube, é também pelo desejo de estar perto do meu filho, que vive em Turim com a sua mãe. Eu sou alguém que gosta de manter a família perto”, disse ainda o treinador da Juventus.

O segundo não ao Real Madrid na carreira

O treinador contou que tinha até assinado um contrato com o Real Madrid, mas desistiu. O treinador já tinha comentado sobre ter recusado o Real Madrid, em declaração de março de 2021, e comentou também quando voltou a assumir a Juventus, em julho de 2021.

“Eu disse isso e repito: eu já tinha assinado um contrato com o Real Madrid. Então na manhã seguinte, eu liguei para o presidente e disse que não iria porque eu tinha escolhido a Juventus. Ele me agradeceu. Se eu tive dúvidas? Não, desde que a Juventus me chamou, em maio, não tive dúvidas”.

Allegri ainda foi perguntado se não se arrependia de ter recusado o Real Madrid. “Em nível profissional, seria a culminação de um caminho, claro: Milan, Juve, Real Madrid. Mas na vida, você não pode ter tudo e estou realmente feliz e orgulhoso em ter treinado o Milan por quatro anos e agora estar no sexto em um clube como a Juventus. Eu disse não para o Real Madrid duas vezes. A primeira foi quando eu estava renovando com a Juve. Eu disse ao presidente do Real que já tinha dado a minha palavra a Andrea Agnelli”, revelou o treinador.

A chegada de Vlahovic

Em janeiro a Juventus surpreendeu com a contração do centroavante Dusan Vlahovic e o jogador chegou por um custo alto, € 70 milhões, que serão pagos nos próximos três anos. O atacante era um dos prospectos mais interessantes do mercado internacional, especulado em clubes ingleses, especialmente Arsenal e Tottenham, mas pesou a vontade do sérvio em defender a Juve e ao esforço do clube para fazer o negócio acontecer.

“Ele é um jovem, com pouca experiência internacional, mas tem qualidade, ele quer e pode melhorar, e ele tem todo tempo para fazer isso. Na frente do gol, ele tem uma categoria absurda. A Juventus fez uma contratação importante: no mundo, seria [Kylian] Mbappé, [Erling Braut] Haaland e ele são os mais fortes da geração”.

Como Allegri convenceu Morata a ficar na Juve

Álvaro Morata foi muito desejado pelo Barcelona no mercado de transferências de janeiro, mas acabou permanecendo na Juventus. Allegri contou como foi o processo para convencer o espanhol a continuar com a Velha Senhora, mesmo com a chegada de um novo atacante, o sérvio Dusan Vlahovic.

“Na noite que o clube contratou Vlahovic, eu liguei para Álvaro e disse a ele: ‘Você não saia daqui porque agora com ele você se torna um jogador muito mais importante’. E assim foi. Discutir a parte técnica de Morata é loucura. É normal que se você pedir a ele para fazer coisas que ele não é capaz de fazer, ele não renderá no seu melhor, mas não vamos esquecer que ele tem disposição e jogou por meses em uma posição que não é realmente a dele”, contou Allegri.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo