Inglaterra

McTominay reconhece ‘períodos tóxicos’ com ex-técnicos do Manchester United, mas sai em defesa de Ten Hag

McTominay admitiu que o ambiente do Manchester United não era dos melhores antes da chegada de Erik ten Hag

O Manchester United vem mostrando ser um time muito inconsistente nesta temporada. A derrota para o Bournemouth por 3 x 0 no último sábado (9), em Old Trafford, pela 16ª rodada da Premier League, deixou os Red Devils estacionados na 6ª posição da tabela com 27 pontos. Além disso, a última posição no Grupo A da Champions League reflete parte dos problemas da equipe.

Sob o comando de Erik ten Hag pela segunda temporada consecutiva, o United espera dar a volta por cima dentro de campo, apesar dos problemas de bastidores. E essa também é a esperança de Scott McTominay, que reconheceu “períodos tóxicos” com ex-técnicos dos Red Devils antes da chegada do treinador neerlandês. Em entrevista à BBC, o volante saiu em defesa de seu professor.

Apesar da campanha desastrosa na Champions, McTominay acredita que a responsabilidade é, acima de tudo, dos jogadores. Com chances remotas de chegar às oitavas de final do torneio, o volante escocês confia nas lideranças do elenco, que tinha um ambiente conturbado antes de ten Hag:

“Tivemos muitos jogadores incríveis e agora estamos na fase em que temos grandes personagens no vestiário. Não é apenas o caso com alguns outros treinadores, onde às vezes era um pouco tóxico. Os meninos estão firmemente apoiando o treinador (Erik ten Hag). Temos uma comissão técnica incrível. Queremos apenas fazer bem ao Manchester United, e é simples assim”.

Para quem foi a indireta de McTominay no Manchester United?

Aos 27 anos, Scott McTominay fez sua estreia entre os profissionais do Manchester United em 2017, então comandado por José Mourinho. Antes do Special One, o volante foi treinado por David Moyes, Louis van Gaal, Mourinho e Ole Gunnar Solskjaer, além do interino Ralf Rangnick. Todos eles, de certa forma, foram acusados de ter um vestiário ruim nos Red Devils.

Até mesmo ten Hag sofreu com esses rumores nos últimos meses. Vale lembrar que o neerlandês já se desentendeu com Jadon Sancho, afastado do time principal. Apesar disso, o técnico do United veio a público na última semana para negar as acusações de um ambiente hostil, argumentando que o vestiário não está “dividido”, mas sim “unido”.

Em setembro, Solskjaer deu uma entrevista criticando o comportamento de alguns jogadores treinados por ele no Manchester United. Em meio a esse cenário conturbado há várias temporadas, não é possível cravar para quem foi a indireta do volante escocês. Fato é que McTominay garante que os Red Devils precisam se juntar para tentar encontrar soluções para resolver as questões internas.

O que é preciso para chegar à próxima fase da Champions League?

O Manchester United enfrenta o Bayern de Munique nesta terça-feira (12), às 17h (horário de Brasília), em Old Trafford, pela 6ª rodada do Grupo A da Champions League. Com quatro pontos, o time do técnico neerlandês precisa vencer os alemães, que estão invictos na competição com quatro vitórias e um empate, e torcer para uma combinação de resultados.

O Copenhagen recebe o Galatasaray na Dinamarca, no mesmo dia e horário. Como ambos possuem cinco pontos no Grupo A, o Manchester United deseja um empate no confronto direto para ter chances matemáticas de chegar à fase-mata da Champions. Caso um dos dois ganhe, terá que superar o Bayern para, pelo menos, se garantir na repescagem da Europa League.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo o futebol. Por mais redundante que seja, ama escrever sobre o que é apaixonado, ficando de olho em tudo o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo