Inglaterra

Lesão vai tirar principal jogador do Manchester United por quase um mês

Erik ten Hag vai ter problemas para escalar o Manchester United nas próximas semanas, incluindo o clássico contra o Manchester City

É inegável que o Manchester United mudou da água para vinho em 2024. Isso porque os Red Devils ainda estão invictos neste ano, com seis vitórias e um empate entre Premier League e Copa da Inglaterra. Não à toa, se aproximou da zona de classificação a competições europeias. Contudo, nem tudo são flores para Erik ten Hag, pois o técnico vai perder seu principal jogador por quase um mês.

Trata-se de Rasmus Hojlund, que sofreu uma lesão muscular e vai ser desfalque no Manchester United pelas próximas duas ou três semanas. Esse período inclui o clássico contra o Manchester City, no dia 3 de março, às 12h30 (horário de Brasília), no Ittihad Stadium, pela 27ª rodada da Premier League. E a ausência do centroavante vai interromper uma sequência esplêndida nos Red Devils.

Contratado no início da temporada, Hojlund demorou para engrenar no Manchester United. Só que tudo mudou no meio de 2023/24, tanto que o atacante marcou sete gols em seus últimos seis jogos pelo Campeonato Inglês. Agora, o dinamarquês de 21 anos vai correr contra o tempo para tentar ficar à disposição do treinador dos Red Devils para a partida contra o Everton, no dia 9 de março, em Old Trafford, pela 28ª rodada da Premier League.

Se Rasmus Hojlund não se recuperar a tempo, ele só deve jogar na rodada seguinte da competição, contra o Sheffield United, em casa, no dia 16 de março. Apesar do tempo de recuperação, ten Hag fez questão de tranquilizar a torcida do Manchester United ao reforçar que o problema do centroavante não é grave, mas sim uma consequência do calendário apertado:

“É uma pequena lesão, duas, três semanas. O que aconteceu foi o risco de fazer treinos de alta intensidade. Não é uma lesão grande”.

Hojlund não é o único no DM do Manchester United

O problema é que Hojlund não é o único jogador no departamento médico dos Red Devils. O atacante dinamarquês se junta a Luke Shaw, Mason Mount, Lisandro Martinez, Anthony Martial, Tyrell Malacia e Aaron Wan-Bissaka, todos machucados. Em meio a esse calvário de lesões, o treinador do Manchester United reconheceu que isso atrapalha seu planejamento:

“Isso (lesões) é um problema. Mas outros clubes também têm isso. Temos que lidar com isso. Agora tenho a sensação de que podemos lidar com isso melhor do que no Outono. É um problema com a profundidade do elenco”.

Sem Rasmus Hojlund, a tendência é que Erik ten Hag escale Marcus Rashford no comando de ataque dos Red Devils. Uma diferença e tanto para a centroavância, pois o inglês está com um desempenho muito abaixo em relação à última temporada, tanto que só marcou cinco gols em 2023/24 e tem sido protagonista nos noticiários por suas polêmicas extracampo.

Hojlund foi comprado pelo Manchester United junto à Atalanta por € 75 milhões (cerca de R$ 404,7 milhões na cotação atual), que podem se tornar € 85 milhões (em torno de R$ 458,7 milhões) em caso de metas batidas. Em recente grande fase, o centroavante é o artilheiro dos Red Devils na temporada com 13 gols em 13 partidas. Quem aparece logo atrás na lista de goleadores é o surpreendente Scott McTominay, com oito bolas na rede.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo