Games

UFL: Roberto Firmino é anunciado como segundo embaixador e tem face revelada

O simulador desenvolvido pela Strikerz Inc. agora conta com dois jogadores de nível internacional para chancelar seu lançamento

Depois de uma atuação de gala na vitória do Liverpool sobre o Watford, Roberto Firmino continua nas manchetes. Não só pelos três gols marcados, mas também porque acaba de ser confirmado como o segundo embaixador do UFL, jogo anunciado durante a Gamescom deste ano e que aos poucos está revelando informações sobre a franquia. Além do anúncio da segunda cara do game – Oleksandr Zinchenko foi a primeira – as mídias sociais da marca publicaram mais um design de carta, utilizando Bobby como base, e a face do jogador in game.

“Estou orgulhoso por ter sido escolhido como embaixador do UFL. Aqui está uma das skins das minhas cartas que estão por vir.” publicou o jogador do Liverpool em seu Instagram. Além de se mostrar contente com o noticiado, Firmino também endossou o discurso da produtora que promete uma experiência justa para o eSports de futebol. “Todas as cores do futebol chegarão em breve numa experiência justa para jogar”.

Nos canais oficiais do UFL, a aparência dentro do game do jogador brasileiro foi o destaque das comunicações. Tão poderosa quanto o poderio gráfico já apresentado na face do primeiro embaixador, o trabalho em Firmino também demonstra a capacidade de reproduzir fielmente as tatuagens que o jogador possui. Enquanto não temos gameplay para analisar, os acabamentos estão impecáveis e não é nenhum absurdo se empolgar com o apresentado até agora.

Com o West Ham como único clube licenciado até o momento e Zinchenko como primeiro embaixador, a chegada de Roberto Firmino ao game mostra uma preocupação em ocupar espaço na principal liga de futebol do mundo, a Premier League. O UFL já traçou acordo com a FIFPro, empresa que detém direitos de imagens de grande dos jogadores profissionais, e garantiu mais de 5 mil jogadores reproduzidos fielmente em seu banco de dados.

O UFL está sendo desenvolvido desde 2016, segundo a Strikerz Inc. – empresa criada para esta empreitada – e teve seu teaser divulgado na Gamescom deste ano. Com a proposta de ser um jogo gratuito e com experiência justa, o novo player do cenário dos simuladores de futebol surgiu como uma surpresa e aos poucos coloca peças na mesa para demonstrar que não é apenas uma promessa. Focado na experiência on-line, o UFL pretende dar fim a mecânicas como handicap e gols forçados, criando o ambiente perfeito para a disputa de eSports.

Com o lançamento do eFootball não tendo o impacto esperado e as reações péssimas da comunidade, o UFL ganhou força na disputa com a EA Sports e se tornou hoje a maior fonte de esperança dos gamers de terem uma opção ao FIFA. Ainda sem data de lançamento confirmada, os desenvolvedores reforçam que o planejamento depende de diversos fatores e, como o jogo ainda está sendo desenvolvido, o UFL só será disponibilizado quando a Strikerz estiver satisfeita e o produto pronto. Belo ensinamento para a Konami, não é?

Mostrar mais

João Belline

Jornalista de formação, louco dos esportes por opção. Depois de muito escalar Cartola, jogar Winning Eleven, escrever escalação dos sonhos no caderno e topar o dedão na rua, falar sobre futebol virou uma necessidade. É mais um leitor que buscou espaço no time da Trivela e entende que futebol está acima do clube.
Botão Voltar ao topo