Games

TOTW #3: Son ajuda o Tottenham a vencer e recebe uma carta sensacional como recompensa

O sul-coreano ganha sua primeira versão especial e puxa a fila de uma semana com boas opções ofensivas

A terceira Seleção da Semana (TOTW) chegou nesta quarta-feira com grandes nomes e subvalorizados ilustres. Depois da grande atuação contra o Aston Villa, Son Heung-min recebeu sua primeira versão in form da temporada e lidera a seleção com 90 de classificação. Logo atrás, Luis Suárez também estreia em TOTW depois de ajudar o Atlético a aniquilar o Barcelona e seu desafeto Ronaldo Koeman. Fechando o pódio, Phil Foden foi o escolhido para representar o jogaço entre Liverpool e Manchester City. Anderson Talisca e Wendell garantem a participação brasileira pela terceira semana consecutiva.

Os 11 iniciais apresentam uma grande discrepância entre o setor ofensivo e o restante do time. Os defensores Azpilicueta, Rrahmani e Lienhart são cartas que têm ritmo abaixo do necessário para as suas posições e serão pouco utilizadas. Debaixo das traves, Kevin Trapp tem bons números, mas peca na baixa estatura para o jogo, 1,89m. Entre os meias, Iniesta e Locatelli são boas cartas, mas que também pecam pela falta de velocidade. Mesmo com cartas de entrosamento, não conseguem segurar um jogo competitivo. Para salvar a meiuca, Tchouaméni chega com uma versão bem completa, que rende muito de primeiro volante e tem ótimos links, tanto de liga quanto de nacionalidade. Está saindo por um preço acessível e vale a pena testar!

As opções ofensivas são o ponto forte desta TOTW. Phil Foden recebe +2 de overall e sua primeira carta como ponta esquerda. Consegue fazer a função, mas pelas stats, rende muito mais como meia armador. Luisito Suárez não é um atacante meta no jogo, mas está sendo bem mais utilizado neste ano do que no FIFA 21. Não vale o investimento, pois existem cartas que rendem mais custando menos, mas se tirar em pacotes pode utilizar numa boa. Carta destacada da semana, Jonathan David, do Lille, recebeu incríveis 6 pontos de upgrade, saindo de uma carta 78 para a versão especial em 84. Tem 5 pontos de uso de perna ruim e corre muito, o único defeito é apenas 3 de classificação de drible. Pode ser utilizado como atacante e ponta.

Son Heung-min é um absurdo de carta! Rende em todas as posições do ataque, mas é fantástico como segundo atacante. Com 4 de dribles e 5 de perna ruim, perto do gol ele se torna um jogador letal. Além das stats básicas, ele ainda tem trabalho ofensivo e defensivo alto – detalhado na parte direita da imagem acima. Isso torna o sul-coreano um jogador muito dinâmico, que participa em todas as fases do jogo. Mesmo com o mercado de transferências ainda variando, o jogador do Tottenham deve se consolidar como o in form mais caro até o momento, contando as 3 Seleções da Semana.

Com menos mídias, mas ainda na TOTW 3, Sandro Tonali e Anderson Talisca recebem duas cartas bem completas e que podem ser úteis para muitos times. O italiano do Milan faz um primeiro volante muito consistente e o valor de mercado elevado, quase 40k para uma carta 81, diz muito sobre o rendimento dele na gameplay. Já o atacante brasileiro pode ser utilizado em todas as posições do ataque e como meia de armação. Como é um dos “Fique de Olho”, a carta disponível por DME do Talisca também recebeu upgrade de 82 para 84. Além deles, Wendell, Danjuma e Embolo têm cartas humildes, mas que podem ser úteis em alguns times mais iniciais.

Imago/One Football

Ficaram de fora

São diversos os casos em que a EA Sports deixa cartas de fora da Seleção da Semana, seja por uma estratégia de conteúdo – para não soltar versões de cartas que já estão muito fortes no jogo – ou por mero desinteresse ou desconexão com o futebol real. Nesta semana, dois jogadores pareciam estar destacados para a TOTW e fizeram falta. O primeiro deles é Thomas Lemar, que participou dos dois gols da vitória do Atlético de Madrid sobre o Barcelona. Em vez disso, o FIFA 22 escolheu Luis Suárez como representante do embate espanhol. O outro jogador que faz falta é Mohamed Salah, responsável por uma pintura de gol e outra belíssima assistência no final de semana. Deste jogo, Liverpool e City, o selecionado foi Phil Foden.

Mostrar mais

João Belline

Jornalista de formação, louco dos esportes por opção. Depois de muito escalar Cartola, jogar Winning Eleven, escrever escalação dos sonhos no caderno e topar o dedão na rua, falar sobre futebol virou uma necessidade. É mais um leitor que buscou espaço no time da Trivela e entende que futebol está acima do clube.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo