Futebol feminino

Priscila, do Internacional, vence disputa entre brasileiras e é eleita Rainha da América

Artilheira da Libertadores, atacante de 19 anos venceu tradicional eleição do jornal El País, que teve outras duas brasileiras no páreo

A centroavante Priscila, de 19 anos, do Internacional, foi eleita neste domingo (31) Rainha da América em 2023. A jogadora venceu a tradicional disputa promovida pelo jornal uruguaio El País. Millene, do Corinthians, ficou na segunda colocação, e Bia Zaneratto, do Palmeiras, na terceira.

Ao todos, 202 jornalistas participaram da eleição. Em disputa apertada, Priscila recebeu 34 votos, contra 31 de Millene e 23 de Bia Zaneratto.

Priscila foi artilheira da Libertadores pelo Internacional

Aspecto determinante para a eleição de Priscila foi o fato dela ter sido artilheira da Libertadores, disputada em outubro, na Colômbia. Na primeira participação colorada na competição continental, a jovem centroavante marcou oito gols em seis partidas. O Inter foi eliminado na semifinal, nos pênaltis, para o Corinthians, e terminou em quarto lugar após perder a disputa de terceiro para o Atlético Nacional, da Colômbia

Ao todo, na temporada, Priscila marcou 21 gols em 31 jogos. Além dos oito na Libertadores, fez um na Supercopa do Brasil, sete no Campeonato Brasileiro, quatro no Campeonato Gaúcho e um pela Seleção Brasileira.

Convocada pela primeira vez para a Seleção principal, Priscila marcou gol em sua estreia

O gol com a amarelinha não foi um gol qualquer. Afinal, aconteceu na estreia de Priscila na Seleção principal. Após o destaque na Libertadores, a centroavante colorada foi chamada pelo técnico Arthur Elias para amistosos contra o Japão. No primeiro deles, em 30 de novembro, entrou no segundo tempo e marcou o gol da vitória brasileira, por 4 a 3, nos acréscimos do segundo tempo, na Neo Química Arena, em São Paulo.

— É uma jogadora que olha muito para o gol, tem qualidade na finalização, tem velocidade também. Então é uma jogadora que não joga só por dentro, joga pelos lados também. É uma jogadora que tem tudo para ter um futuro brilhante. […] Ela vem mostrando nos treinos, fazendo gols. A tendência é ter sequência porque aqui na Seleção vai ser o mais justo dentro do que as jogadoras estão apresentando — destacou Arthur Elias após a partida.

Com a fala e os elogios do treinador, a tendência é Priscila que esteja nos Jogos Olímpicos de Paris em 2024. Elias chamará 18 atletas para o torneio, que acontece de 26 de julho a 11 de agosto.

Priscila renovou contrato até 2026 com o Internacional, onde chegou em 2021

Recentemente, Priscila renovou contrato com o Inter até 2026. A iniciativa do clube foi uma forma de conter o assédio de outras equipes, do centro do país e da Europa, que cresceu após a centroavante se sagrar artilheira da Libertadores.

Natural de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte, Priscila chegou ao Inter em 2021. No mesmo ano, com as Gurias Coloradas, conquistou os títulos do Gauchão Sub-17 e profissional. Em 2022, ergueu os troféus dos Campeonato Brasileiros Sub-17 e Sub-20, de forma inédita, sendo bicampeã do segundo em 2023.

Antes da Seleção principal, o desempenho de Priscila com a camiseta colorada rendeu diversas convocações para as seleções de base. Em 2022, ela disputou o Mundial Sub-20 na Costa Rica, em que o Brasil terminou com a medalha de bronze.

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho e formado em Jornalismo pela PUC-RS, já passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. É, também, coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo