Europa

A janela de transferências europeia promete ser intensa entre os treinadores; veja quem ficará sem contrato

Conte, Pioli, Mourinho e outros técnicos de nome podem mudar de clube ao final da temporada

Ao final desta temporada, um seleto grupo de treinadores do mais alto calibre estarão fora dos seus clubes. Seja pela falta de resultados, como Thomas Tuchel, que anunciou sua saída do Bayern de Munique, ou mesmo para aliviar a pressão de jogar em alto nível, situação de Jürgen Klopp, que sairá do Liverpool e planeja passar um ano “sabático” até retornar ao comando de um clube. Acontece que a lista de treinadores livres no meio de 2024 pode causar uma verdadeira “dança das cadeiras” no comando técnico de alguns times do Velho Continente.

São mais de dez nomes de treinadores experientes que já estão ou ficarão sem contrato a partir de junho, além de outros profissionais com enorme potencial, casos de Xabi Alonso, sensação da Alemanha com o Bayer Leverkusen e o italiano Roberto de Zerbi, que faz trabalho brilhante à frente do Brighton, que podem alçar voos mais altos em suas carreiras.

Nomes como José Mourinho e Zidane também estão disponíveis no mercado e podem aparecer em algum clube novo a partir da próxima temporada, que promete ser uma das mais intensas em relação às trocas no comando técnico nos últimos anos. Confira abaixo os treinadores que podem ficar livres a partir do meio do ano e saiba quais serão os futuros alvos das diretorias na busca por um novo comandante.

Treinadores que podem mudar de clube em junho

Zidane

Desde que encerrou a sua segunda passagem pelo Real Madrid em 2021, Zinedine Zidane vem estudando, se preparando para voltar ao mercado e retomar o seu posto de treinador em algum clube novo a partir de junho. O fantástico trabalho feito à frente do time Merengue, com direito ao tri-campeonato da Champions League, o credenciou como candidato certo ao posto de técnico em qualquer time da elite europeia.

Xavi

Xavi Hernández, campeão da La Liga e da Copa do Rei na temporada passada, não passou nem perto de conquistar algo este ano e anunciou que deixará o comando do Barcelona em junho. Isso abre precedente para que outros times do Velho Continente procure pelo treinador, que pode pintar em outro centro europeu, ou mesmo na Espanha na segunda metade de 2024.

Mourinho

Demitido da Roma, Mourinho expressou o desejo de permanecer no futebol italiano e uma semana após sair dos giallorrossi, afirmou que não demoraria a voltar a trabalhar. The Special One está determinado em treinar outro clube o mais rápido possível e mostrar que ainda pode conquistar mais no cenário competitivo do Velho Continente.

Xabi Alonso

Qual será o destino de Xabi Alonso ao fim da Bundesliga? Tal resposta ainda é uma incógnita para o técnico sensação da Europa. Invicto na Bundesliga, o jovem treinador espanhol foi especulado no Liverpool para substituir Jürgen Klopp e mesmo no Bayern de Munique quando Tuchel sair em definitivo. Segundo informações do Gazzeta Dello Sport, a diretoria dos Reds teria feito um primeiro contato para saber qual seria o desejo do espanhol para a próxima temporada.

Hansi Flick

Brilhante no Bayern de Munique, quando conquistou seis títulos pelo clube em 2020, nem tão formidável assim na Alemanha, tendo em suas costas a eliminação ainda na primeira fase da Copa do Mundo de 2022 no Catar. O técnico alemão foi um dos alvos do Barcelona e pode aparecer em outro grande centro da Europa em breve.

Antonio Conte

Amado por uns, odiado por outros, Antonio Conte soma passagens de prestígio no futebol italiano. Recentemente, o comandante esteve à frente do Chelsea, da Internazionale e do Tottenham, seu último clube, onde trabalhou até março de 2023. Com a promessa de muitas indas e vindas no mercado europeu, o treinador pode ter a oportunidade de começar um novo trabalho a partir de junho.

Thiago Motta

Outra sensação da nova geração de treinadores europeus, o trabalho à frente do Bologna chama a atenção de grandes clubes pelo trabalho do jovem técnico. Thiago Motta ficará livre no mercado a partir do meio do ano e pode pintar em outro grande time da Itália, ou mesmo de outra grande liga do Velho Continente.

Roberto De Zerbi

Pep Guardiola é um dos maiores admiradores do trabalho do italiano de apenas 44 anos. O nome de De Zerbi é unanimidade na diretoria do Brighton, que não cogita abdicar do seu treinador para a próxima temporada. Paul Barber, diretor-executivo do clube inglês, sabe do interesse do Barcelona no comandante, mas espera que o treinador mantenha seu posto, dando continuidade ao seu ótimo trabalho. A multa de 13 milhões de euros pode ser um dos impeditivos para a contratação do profissional.

Sergio Conceição

O português está a sete temporadas no comando do Porto e a deste ano pode ser a última do profissional à frente dos Dragões. O contrato do treinador termina em junho e ainda não se sabe nada em relação à sua renovação. No comando da equipe, Sergio Conceição conquistou dez títulos em âmbito nacional e pode ir em busca de um novo desafio na carreira a partir da metade do ano.

Thomas Tuchel

Por fim, o mais novo treinador que estará sem clube ao final da temporada é Thomas Tuchel, que já anunciou sua saída do Bayern de Munique, antecipando o seu contrato junto ao clube alemão. O jovem comandante é outro alvo do Barcelona para substituir Xavi, mas também tem o desejo de voltar à Premier League, provavelmente no lugar de Erik Ten Hag no Manchester United.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo