Champions LeagueEuropa

Indignação com a Uefa uniu as torcidas de Bayern de Munique e Manchester City

As torcidas de Manchester City e Bayern de Munique foram ao Estádio Etihad com duas desejos diferentes, mas um objetivo em comum. Além de apoiar seus respectivos clubes, ingleses e alemães se juntaram em um protesto contra a Uefa por causa do efeito que a punição ao CSKA Moscou, por atos racistas, teve sobre os torcedores de City e Bayern que acompanhariam o time nas partidas realizadas na Arena Khimki, nesta fase de grupos da Champions League. Além de levantarem faixas contra a entidade, deram as costas para a o tradicional hino da competição e emitiram uma forte vaia durante sua execução.

VEJA TAMBÉM: Agüero afasta desastre na Champions, mas City ainda tem desafio pela frente

As atitudes racistas e fascistas da torcida do CSKA, ainda na última edição da Liga dos Campeões, renderam ao time a sanção de realizar três partidas com os portões fechados, justamente aquelas em que o time joga como mandante na atual campanha do torneio. Uma punição justa, mas que acabou afetando também quem nada teve a ver com isso.

Confira o momento em que o hino da Uefa é ofuscado pelas vaias

Torcedores de Bayern de Munique e Manchester City haviam comprado ingressos e reservado passagens e hotéis para os duelos de seus respectivos times em Moscou antes de a entidade europeia aplicar a sanção. Sentiram-se lesados pela decisão e, neste segundo encontro entre os clubes no Grupo E, resolveram reunir forças. A indignação ficou maior especialmente após uma série de torcedores do clube russo terem tido acesso aos jogos por causa de entradas fornecidas por patrocinadores.

A Uefa não poderia ficar passiva após os atos racistas dos torcedores do CSKA. Entretanto, a punição deveria ter sido anunciada antes de os confrontos dessa primeira fase serem determinados. Os torcedores de Bayern e City têm todo o direito de expressarem o descontentamento, sobretudo quando alguns poucos têm a oportunidade de ir aos duelos por puro privilégio social, de uma rede de contatos.

"Não às partidas com portões fechados", diz a mensagem dos torcedores do Bayern no Etihad (Divulgação/Twitter)
“Não às partidas com portões fechados”, diz a mensagem dos torcedores do Bayern no Etihad (Divulgação/Twitter)

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR POR:

– Mesmo com o estádio fechado, esses fanáticos conseguiram ver o jogo do Bayern

– Em vez de fechar estádios, a Uefa pensa em deixar apenas mulheres e crianças entrarem

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo