Eurocopa 2024

Uefa investiga herói de classificação turca por gesto em comemoração

Sinal feito com a mão por Demiral pode ligar zagueiro a movimento de extrema-direita

A Turquia segue fazendo história nesta Eurocopa. Na tarde desta terça-feira (02), a seleção treinada pelo italiano Vicenzo Montella, bateu a Áustria por 2 a 1, e se classificou para as quartas de final da competição.

Artilheiro do jogo com dois gols, o zagueiro Demiral será investigado pela Uefa após fazer um gesto durante sua comemoração ao final do jogo.

O zagueiro foi flagrado com os braços levantados, e suas mãos formando uma espécie de cabeça de lobo. Tal sinal, segundo a imprensa turca, tem ligação com um grupo de extrema-direita, conhecido como Ulkucu.

Também chamado de Lobos Cinzentos, o Ukulcu, ou Juventude Idealista, é uma organização terrorista, ultra-nacionalista, neofascista e islamita turca.

Segundo o Serviço Federal de Proteção da Constituição alemã, o grupo conta com mais de 12 mil membros na Alemanha.

Sua ideologia tem como base o nacionalismo turco, relacionado com o antissemitismo, e racismo. Um de seus principais objetivos é a criação de um império que envolva todos os povos turcos, desde a região dos Balcãs, até a China.

Gesto de Demiral é condenado por ministra alemã

A revista alemã Spiegel deu notoriedade ao gesto realizado por Demiral citando a explicação feita pelo Serviço Federal de Proteção da Constituição.

Segundo o órgão, a figura do lobo cinzento, representado pelo gesto feito pelo zagueiro turco, representa ascensão e poder e tem uma importância particular para os extremistas.

Nacy Faeser, ministra do interior alemão, considerou o gesto feito pelo jogador turco inaceitável. A representante ainda afirmou que aguarda por um posicionamento severo por parte da Uefa em relação ao caso.

— O símbolo da extrema-direita turca não tem lugar nos estádios. Utilizar a Eurocopa como plataforma para o racismo é completamente inaceitável. Esperamos que a UEFA investigue o caso e imponha sanções — escreveu Nacy em suas redes sociais.

Demiral faz gesto dos lobos cinzentos com as mãos
Demiral pode ser punido após gesto de grupo ultra-nacionalista turco. Foto: Icon Sport

Uefa suspendeu jogador da Albânia após cantos contra sérvios

A Uefa europeu precisou intervir e suspender um jogador nesta Eurocopa. Mirlind Daku, da Albânia, utilizou um megafone para iniciar cantos contra sérvios e macedônios, após o empate contra a Croácia na segunda rodada da fase de grupos.

A Uefa suspendeu o jogador por dois jogos e ainda puniu a Federação Albanesa de futebol com uma multa no valor de 47.250 mil euros (cerca de 289 mil reais).

No mesmo jogo, a torcida da Albânia entoou cânticos anti-sérvios, e como resposta, a seleção da Sérvia ameaçou abandonar a competição se não houvesse alguma punição.

Demiral corre o mesmo risco de ser suspenso, e pode perder o restante da disputa da Eurocopa. Se o zagueiro receber a mesma punição de Daku, só voltaria a estar disponível se a Turquia alcançasse a decisão.

Nas quartas de final da competição, o time turco encara a Holanda no próximo sábado (6), às 16h. O vencedor deste confronto enfrentará Inglaterra ou Suíça nas semifinais.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de SouzaRedator

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo