Eurocopa 2024

Shaqiri marca em empate da Suíça na Euro e estabelece feito que nem Cristiano Ronaldo tem

Meia-atacante garante ponto importante para Suíça, que encaminha classificação às oitavas da Euro

Escócia e Suíça encerraram esta quarta-feira (19) de Eurocopa. No RheinEnergieStadion, em Colônia, as equipes empataram por 1 a 1 e deixaram em aberto a segunda vaga classificatória do Grupo A — ainda que os suíços estejam em situação bem confortável.

Como de praxe há alguns bons anos, Xherdan Shaqiri foi protagonista da Suíça. O camisa 23 marcou o gol de sua seleção na partida e estabeleceu um feito para lá de expressivo.

Shaqiri é o único jogador que balançou as redes nas três últimas edições de Copa do Mundo (2014, 2018 e 2022) e Eurocopa (2016, 2020 e 2024).

Shaqiri pela Suíça

  • Copa do Mundo 2014 – 3 gols
  • Eurocopa 2016 – 1 gol
  • Copa do Mundo 2018 – 1 gol
  • Eurocopa 2020 – 3 gols
  • Copa do Mundo 2022 – 1 gol
  • Eurocopa 2024 – 1 gol

*Se marcar nesta Euro, Cristiano Ronaldo se juntará a Shaqiri

Outro feito de Shaqiri

Como se não bastasse tal marca histórica, o meia-atacante suíço ainda ingressou em uma seleta lista da Euro. Somente ele e mais 10 jogadores marcaram em três edições da competição.

São eles: Morata, Henry, Ibrahimovic, Nuno Gomes, Klinsmann, Robert Lewandowski, Wayne Rooney, Smicer, Postiga e Luka Modric.

*Isolado no quesito, Cristiano Ronaldo anotou tentos em cinco edições de Euro.

Como foi o jogo entre Escócia x Suíça?

Derrotada na primeira rodada, a Escócia precisava da vitória contra a Suíça para chegar ao último jogo com boas chances de classificação. Por isso, tomou a iniciativa no RheinEnergieStadion.

A postura escocesa, agressiva na marcação e nas tramas ofensivas, incomodou os suíços nos primeiros minutos. Era uma Escócia bem diferente da goleada acachapante para a Alemanha. Os comandados de Steve Clarke mostraram mais comprometimento tático, competitividade e organização.

Aos 12′, tal superioridade foi transformada em vantagem no placar. McGinn puxou contra-ataque rápido e acionou McGregor pelo lado esquerdo. Já na área, o camisa 8 brecou, levantou a cabeça e serviu McTominay que, livre de marcação, finalizou de primeira. A bola desviou em Schar e matou Sommer.

A Suíça precisou levar um gol para acordar. Após o tento dos escoceses, o time comandado por Murat Yakin mudou da água para o vinho: freou o ímpeto ofensivo do aversário, adiantou as linhas e passou a ditar o ritmo da partida. O empate não demorou a chegar. 

Com 25′ no relógio, Ralston errou feio. Ao tentar recuo na defesa, o lateral-direito escocês deu a bola de presente para Shaqiri, que não perdoou. De primeira, o craque da Suíça enviou um míssil no ângulo e deixou tudo igual.

Petardo de Shaqiri garantiu o empate da Suíça (Foto: Icon Sport)

Assim como no início do 1º tempo, a Escócia dominou as ações na volta do intervalo e pressionou a Suíça em busca do gol de desempate. Dessa vez, no entanto, Shaqiri e companhia não demoraram a reagir e logo equilibraram o duelo.

Cara a cara com Angus Gunn, Ndoye perdeu a chance da virada suíça. O goleiro cresceu para cima do atacante, desviou o chute e impediu o tento.

A resposta escocesa veio na sequência, com Hanley. Robertson cobrou falta na área e encontrou o zagueiro, que se antecipou à marcação, testou consciente e acertou a trave.

E ficou por isso mesmo em Colônia. Nas arquibancadas, ambas as torcidas gostaram do que viram e reverenciaram suas respectivas seleções. Empate justo para o que foi o jogo.

Situação de Escócia e Suíça no Grupo A

Com quatro pontos conquistados, a Suíça precisa de um empate na terceira rodada para avançar ao mata-mata sem depender de outros resultados. O adversário, porém, é o mais complicado da chave: a Alemanha.

O time escocês, por sua vez, só passa de fase na vice-liderança com a seguinte configuração: vencer a Hungria + torcer por derrota da Suíça contra a Alemanha + tirar seis gols de saldo.

Vale destacar, no entanto, que os quatro melhores terceiros colocados também avançam às oitavas. Dito isso, os escoceses ainda podem sonhar. Uma vitória diante dos húngaros é crucial.

  • Escócia x Hungria – 23/06 – 16h – Mercedes-Benz Arena
  • Suíça x Alemanha – 23/06 – 16h – Deutsche Bank Park
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo