Eurocopa 2024

Oblak iguala marca impressionante de brasileiro após defender pênalti de Cristiano Ronaldo

Goleiro esloveno foi destaque do duelo, mas não evitou eliminação de seu país nas oitavas de final da Eurocopa

Portugal e Eslovênia fizeram um emocionante confronto na última segunda-feira (1) pelas oitavas de final da Eurocopa. Após empate sem gols durante o tempo normal e prorrogação, a disputa da vaga para as quartas foi definida nos pênaltis.

O time português teve a chance de tirar o zero do placar no tempo extra. A arbitragem marcou um pênalti favorável à equipe lusitana, e coube a Cristiano Ronaldo buscar seu primeiro gol na competição.

No entanto, o goleiro Oblak acertou o canto da cobrança e fez bela defesa, evitando o gol de Portugal. Com isso, o goleiro esloveno se tornou o segundo da história do futebol a defender um pênalti do craque português, e também de Messi.

O arqueiro se juntou ao brasileiro Diego Alves, até então, único a conseguir defender pênaltis dos dois maiores craques da era moderna do futebol. 

O pesadelo chamado Diego Alves

O goleiro brasileiro marcou seu nome na história da La Liga, como um dos maiores pegadores de pênalti de todos os tempos na competição.

Contra Cristiano Ronaldo, por exemplo, Diego Alves foi superior em três oportunidades. Ainda quando jogava pelo Almería, o brasileiro venceu o português pela primeira vez em sua carreira.

Em 2015 e 2017, já no Valencia, o brasileiro voltou a assombrar o astro português, e evitar duas cobranças do atual atacante do Al-Nassr.

Já Messi não conseguiu superar Diego Alves durante as semifinais da Copa do Rei em 2012. Ao todo, o jogador defendeu 24 das 50 cobranças de pênalti contra a sua meta, sendo um ícone de tal fundamento na Espanha.

Oblak se torna sombra de Messi e Cristiano Ronaldo

Em 2015, Oblak foi decisivo nas quartas de final da Copa do Rei. Na ocasião, o goleiro do Atlético de Madrid defendeu um pênalti do craque argentino.

Apesar de não ter conseguido evitar a eliminação do time Colchonero do torneio, o esloveno marcou seu nome ao defender uma cobrança do argentino.

Na última segunda-feira, foi a vez de Cristiano Ronaldo parar no paredão esloveno, que garantiu que o confronto fosse até a disputa de pênaltis.

Contudo, assim como há nove anos, o brilhantismo de Oblak não foi o suficiente para fazer com que seu país continuasse na Eurocopa.

Oblak acerta o canto da cobrança feita por Cristiano Ronaldo
Oblak evita o gol de Cristiano Ronaldo na prorrogação entre Portugal e Eslovênia. Foto: Icon Sport

Portugal acertou todas as suas cobranças, e a Eslovênia, em uma série para ser esquecida, errou todas, indo para casa mais cedo após uma intensa disputa durante o tempo normal e a prorrogação.

Se por um lado, Oblak pode se sentir orgulhoso do que fez, mesmo com a eliminação, a ansiedade pelo seu primeiro gol nesta Eurocopa tem incomodado Cristiano Ronaldo.

O atacante passou em branco na primeira fase, e voltou a falhar nas oitavas de final da competição. Em busca do seu milésimo gol na carreira, CR7 terá mais uma oportunidade de marcar na próxima sexta-feira diante de um rival mais do que complicado.

Portugal e França farão um dos jogos mais disputados das quartas de final da Euro, em confronto marcado para o Volksparkstadion, em Hamburgo, às 16h (horário de Brasília).

Foto de Lucas de Souza

Lucas de SouzaRedator

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo