Eurocopa 2024

Quem é o ‘guru holandês’ que é trunfo da Inglaterra para eliminar a Holanda

Foden e Bellingham destacam papel de Floyd Hasselbaink e elogiam o mentor dos pênaltis

Após longos e exaustivos jogos eliminatórios contra Eslováquia e Suíça, a Inglaterra se prepara para mais uma batalha pela Eurocopa 2024. O adversário da semifinal será a Holanda, e os Três Leões contam com um aliado importante no embate.

Jimmy Floyd Hasselbaink, o ‘guru' holandês que ajudou a classificar a Inglaterra nos pênaltis diante da Suíça, é o trunfo da seleção para alcançar a final da Euro.

Hasselbaink é um dos assistentes técnicos de Gareth Southgate. O ex-centroavante defendeu a seleção holandesa em 23 jogos ao longo da carreira, e sua experiência do outro lado força pode favorecer a Inglaterra na semifinal desta quarta-feira (10).

Na disputa de pênaltis contra a Suíça, a seleção inglesa converteu todas as suas cinco cobranças — com Cole Palmer, Jude Bellingham, Bukayo Saka, Declan Rice e Alexander-Arnold.

Método aprovado pelos jogadores ingleses

Hasselbaink trabalha principalmente com os atacantes da seleção inglesa. Uma nova metodologia para os pênaltis foi trabalhada durante a Euro, e Phil Foden explicou a influência que o ex-centroavante teve em tal abordagem.

— Jimmy tem muita experiência no jogo, ele sabe o que faz. Ele tem levado alguns de nós depois do treino para praticar penalidades. Sinto que, quando cheguei na seleção inglesa, talvez estivéssemos praticando demais e não havia realmente um treinador nos orientando. Agora temos Jimmy por esse motivo. Levar apenas alguns, não exagerar. Pratique seu ponto e persista. Há muito trabalho envolvido fora do campo — disse Foden em entrevista à BBC Radio 5 Live.

Hasselbaink e Gareth Southgate
Hasselbaink orienta Gareth Southgate durante jogo da seleção inglesa na Euro (Foto: Icon Sport)

O método eficaz empregado pelas sessões de Hasselbaink ‘casou-se' perfeitamente com a qualidade acima da média dos jogadores ingleses na marca da cal. Palmer, Toney, Alexander-Arnold, Bellingham… São muitos os especialistas em cobranças de pênaltis no elenco de Southgate.

Sinto que temos o equilíbrio certo agora. Ajuda o fato de termos alguns dos melhores cobradores de pênaltis do mundo, como Ivan (Toney) e Cole (Palmer), que nunca parecem errar (…) Eu sinto que é uma questão de confiança. Se você acredita que vai marcar, você pode ser um cobrador de pênaltis — concluiu o ponta-direita do Manchester City.

Além de Foden, Bellingham também deu créditos ao trabalho de Hasselbaink. Ao comentar sobre o pênalti convertido na disputa contra os suíços, o astro do Real Madrid destacou a ajuda do assistente holandês.

Eu estava muito confiante na minha preparação, confiante nas coisas que conversei com Jimmy. Ele esforçou-se muito por nós — disse.

Carreira de Hasselbaink

Nascido no Suriname, Jimmy Floyd Hasselbaink iniciou sua carreira no futebol holandês. Por lá, defendeu AZ Alkmaar e Telstar. Mas foi em Portugal onde começou a se destacar e ganhar projeção.

Atuando por Campomaiorense (1995/96) e Boavista (1996/97), Hasselbaink marcou 36 gols em 72 jogos — média de um tento a cada duas partidas. O bom desempenho no futebol português chamou atenção da Premier League. O Leeds United o contratou em 1997/98.

Com a camisa do Leeds, foram 42 gols e 19 assistências em duas temporadas. Posteriormente, se transferiu para o Atlético de Madrid e também correspondeu às expectativas — 35 tentos em 47 jogos.

No Chelsea, foi onde Hasselbaink viveu o ápice da carreira. Em quatro temporadas pelos Blues, balançou as redes 88 vezes e distribuiu 29 assistências.

Antes de se aposentar, passou por Middlesbrough, Charlton Athletic e Cardiff City.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme CalvanoRedator

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo