Espanha

Xavi preparou lista de dispensa estrelada antes da demissão no Barcelona; veja os nomes

Ídolo e multicampeão pelo Barcelona, o espanhol Xavi não seguirá no clube na temporada 2024/25

O treinador espanhol Xavi Hernández, de 44 anos, foi demitido do Barcelona nessa sexta-feira (24) e será substituído pelo alemão Hansi Flick, 59, na temporada 2024/25. A continuidade ou não do ídolo culé se tornou uma novela, que teve algumas reviravoltas até o desfecho, que como muitos apostavam já há um tempo, separou os caminhos de clube e treinador.

  • Jogos de Xavi Hernández à frente do Barcelona: 141
  • Aproveitamento: 68,7%
  • Títulos: La Liga e Supercopa da Espanha (ambos em 2022/23)

O desempenho insatisfatório do Barcelona foi um dos motivos do desgaste do trabalho de Xavi à frente do clube, mas outros fatores pesaram para a demissão, entre eles a relação ruim com o presidente Joan Laporta e com o diretor esportivo, Deco, além da condução do ex-camisa 6 no “caso Vitor Roque”. O programa Gol a Gol, do canal espanhol TV3, revelou alguns aspectos da demissão, entre eles, uma lista de dispensa com nomes de peso, como Lewandowski e João Félix.

Essa lista acabou indo contra os planos do Barcelona para a próxima temporada, situação que influenciou na demissão.

Lista de dispensas de Xavi no Barcelona

  • Robert Lewandowski – atacante – 35 anos
  • João Félix – atacante – 24 anos
  • Vitor Roque – atacante – 19 anos
  • Oriol Romeu – volante – 32 anos
  • Marcos Alonso – lateral – 33 anos

Robert Lewandowski

Com pelo menos mais um ano de contrato com o Barcelona — há uma cláusula no vínculo do jogador, com término em 2026, que permite que a equipe catalã rescinda de forma unilateral se ele não atuar em pelo menos 55% dos jogos do clube na temporada 2024/25 — e prestes a se tornar o jogador mais bem pago do elenco, Lewa era a “grande estrela dispensável” de Xavi.

O treinador entendia que vender o centroavante polonês poderia ajudar o Barcelona a contratar outros jogadores importantes. Ao final da atual temporada, Lewandowski terá recebido 13 milhões de euros (R$ 66 milhões) e em 2024/25 seu salário será de 16 milhões euros (R$ 81 milhões).

Vitor Roque

Jovem estrela brasileira, foi comprado pelo Barcelona, junto ao Athletico-PR, por 40 milhões de euros fixos (R$ 221 milhões), e variáveis que podem chegar a 21 milhões de euros (R$ 116 milhões) — o Barça também arcou com os impostos e as taxas. Mas o que parecia ser o nascimento de nova grande relação Brasil-Catalunha se tornou uma polêmica interminável. Roque atuou apenas em 15 partidas na temporada, 13 saindo do banco de reservas, e marcou dois gols.

Insatisfeito com a reserva, Vitor Roque foi à imprensa por meio de seu empresário, André Cury, pedir mais chances no clube. Cury chegou a dizer que o camisa 19 deixaria o Barcelona se não ganhasse mais minutos. A situação gerou o descontentamento de Xavi. Por outro lado, Roque recebeu o apoio de muitos torcedores.

O jogador não estava nos planos de Xavi, que entendia que um empréstimo para uma equipe menor seria a melhor opção. Uma saída em definitivo também não estava descartada, já que Cury não desejava que Vitor Roque fosse cedido a outra equipe. Com a possibilidade de uma negociação milionária, em meio a crise financeira, se tornasse um fracasso, o Barcelona decidiu apostar no jovem atacante, uma das grandes promessas do futebol mundial.

João Félix

A outrora promessa portuguesa até teve bom início no Barcelona, mas seu rendimento caiu e ele se tornou dispensável para Xavi. Félix marcou dez gols e fez seis assistências, em 43 partidas na temporada e dificilmente seguirá no clube. O Atlético de Madrid, dono de seu passe, e com quem o jogador tem contrato até o final de junho de 2027, não quer seu retorno, e um novo empréstimo deve ser a solução.

Marcos Alonso e Oriol Romeu

A dupla, mais experiente, é fruto dos tempos de dinheiro escasso no Barcelona e a tendência é que deixem a equipe, sem grande comoção. Alonso chegou a ser importante na temporada que chegou ao Barça, mas nada que garanta seu futuro no clube.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo