Espanha

Como se não bastasse o recente escândalo, Rubiales agora é denunciado por ex-árbitro

Suspenso pela Fifa por beijo forçado em Jenni Hermoso, Rubiales é acusado de mau uso de fundos privados

As polêmicas e escândalos envolvendo Luis Rubiales, presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), só aumentam. Como se não bastasse o beijo forçado em Jenni Hermoso na premiação da Copa do Mundo Feminina e a suspensão preventiva da Fifa, o cartola agora está sendo acusado de utilização incorreta de fundos privados na instituição.

De acordo com o jornal espanhol Marca, o ex-árbitro Xavier Estrada Fernández denunciou Rubiales ao Conselho Superior de Desportos (CSD) da Espanha nesta quarta-feira (30). Além dele, também foram feitas queixas contra Andreu Camps (secretário técnico da RFEF), Velasco Carballo (presidente do Comitê Técnico de Árbitros até 2021) e Medina Cantalejo (atual presidente do Comitê Técnico de Árbitros).

Em documento que jornal espanhol afirma ter tido acesso, o antigo juiz acusa os quatro envolvidos de descumprimento de um acordo de remuneração da arbitragem profissional feito em agosto de 2018 e assinado pela RFEF e Liga de Futebol Profissional (LFP) da Espanha.

Segundo Estrada Fernández, pouco menos de €2 milhões deixaram de ser pagos para árbitros da primeira e segunda divisões espanholas entre as temporadas 2018/19 e 2022/23. Junto da denúncia, também foi pedido a aprovação imediata de uma medida provisória para suspender os quatro acusados ​​de seus cargos e funções.

Presidente de La Liga critica Rubiales (mais uma vez)

Também nesta quarta-feira, o presidente de La Liga, Javier Tebas, utilizou as redes sociais para criticar Rubiales e seus comportamentos recentes, chamando-o de “energúmeno”. O dirigente ainda afirmou que não é justo coagir as jogadoras campeãs mundiais pelas reações tidas após o assédio à Jenni Hermoso.

— É indigno coagir as jogadoras da seleção nacional e focar nelas ou em suas reações calorosas. Elas não têm culpa da imagem da Espanha dada por Rubiales. Nenhum oportunismo ou hipocrisia política justifica que a imagem da Espanha tenha sido representada por um energúmeno tocando suas genitais, forçando beijos, carregando jogadoras como se fosse um saco e tocando a rainha de forma inapropriada em um momento tão importante. Não é uma questão de esquerdas e direitas, Rubiales não só minou a dignidade de Jenni com sua atitude, mas também a da Espanha — escreveu Tebas.

Na sexta-feira (25), o presidente de La Liga já havia utilizado as redes sociais para criticar Luis Rubiales. Na ocasião, Javier Tebas disse que “os gestos misóginos, as expressões profanas, o desastre protocolar e os insultos deste último constrangimento global não são uma surpresa e tiveram antecedentes”.

Entenda o escândalo recente envolvendo Rubiales

A Espanha disputou a Copa do Mundo Feminina sob um contexto de questionamentos ao modo de trabalho da comissão técnica e de dirigentes. Mais de dez jogadoras boicotaram a seleção às vésperas do Mundial e acabaram fora da conquista inédita do país.

Apesar do título, a crise ganhou força no momento da premiação, quando Jenni Hermoso acabou surpreendida por Luis Rubiales, que pegou a cabeça da camisa 10 e beijou a boca da atleta diante do público presente no estádio olímpico de Sydney e de milhões que acompanharam a decisão.

Hermoso, nos vestiários e de maneira espontânea, manifestou o repúdio ao ato do dirigente, que tentou se explicar ao gravar um pedido de desculpas e evitar uma crise política na federação. Segundo relatos do site Relevo, Rubiales tentou levar a jogadora para o vídeo no qual pediu desculpas. A RFEF ainda foi acusada de forjar declarações de Hermoso na tentativa de amenizar o ato.

Rubiales surpreende Jennifer Hermoso com um beijo no pódio de premiação, enquanto a meia fica sem reação (Foto: Reprodução/Sportv)

Havia a expectativa que o presidente renunciasse diante da pressão sobre a federação, mas Rubiales vociferou que não deixaria o cargo em pronunciamento oficial, sendo aplaudido por membros da comissão técnica e outros dirigentes do futebol espanhol na última sexta-feira.

A sequência de fatos fez o caso transcender o esportePolíticos espanhóis mostraram repúdio a Rubiales e cobraram uma atitude. Até o Primeiro Ministro do país, Pedro Sánchez, saiu em defesa de Hermoso e disse que as “desculpas” do dirigente não bastavam.

Rubiales acabou suspenso provisoriamente pela Fifa por 90 dias e está sendo investigado em um processo disciplinar na entidade máxima do futebol mundial.

Foto de Felipe Novis

Felipe Novis

Felipe Novis nasceu em São Paulo (SP) e cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Antes de escrever para a Trivela, passou pela Gazeta Esportiva.
Botão Voltar ao topo