La Liga

Tá Duro, dorme: Barcelona leva banho de água fria em empate com Valencia e aumenta drama em La Liga

Hugo Duro fez um golaço para garantir o empate do Valencia contra o Barcelona, que até jogou bem, mas não o suficiente para vencer em La Liga

Neste sábado (16), o Valencia empatou com o Barcelona por 1 x 1, no Estádio Mestalla, pela 17ª rodada de La Liga. Com o resultado, os Morcegos ficaram na 10ª posição do campeonato com 20 pontos. Já o Barça terminou na 3ª colocação com 35 pontos, mas pode ver a distância para os líderes aumentar ainda mais na rodada.

Fato é que os donos da casa tiveram mais motivos para comemorar o pontinho em casa do que os visitantes. Isso porque a equipe de Xavi Hernández fez um grande jogo, criando chances claras de gol, mas viu o time de Ruben Baraja ser mais efetivo. Mesmo com a boa atuação, o Barcelona chegou a três jogos seguidos sem vitória, aumentando o drama na Catalunha.

Como foi Valencia x Barcelona por La Liga

Valencia e Barcelona entraram em campo precisando de um resultado favorável pensando no futuro de La Liga. Por conta disso, o 1º tempo foi bem aberto, com as equipes revezando momentos de superioridade. Só que a primeira chance clara de gol veio com os Morcegos. Logo no primeiro minuto, uma cobrança de lateral rápida chegou até Diego López, que avançou até a linha de fundo.

Ele cruzou rasteiro para trás e encontrou Yaremchuk, praticamente livre dentro da grande área. O centroavante chutou forte por baixo no cantinho, mas o goleiro do Barça foi buscar para evitar o gol. A resposta da equipe de Xavi só veio aos nove minutos, quando girou a bola da esquerda para a direita. Pedri, na meia-lua, achou Lewandowski livre dentro da área. Só que o centroavante chutou mascado e a bola foi para fora.

Aos 15 minutos, o Valencia teve um escanteio e direcionou a bola até Pepelu, na direita. Ele cruzou para a área e encontrou Mosquera, que deu um peixinho para finalizar. Contudo, Peña fez a defesa. Dois minutos depois, Lewa voltou a atacar pelo Barcelona ao chutar da entrada da área. Mamardashvili fez a defesa.

Depois de um início melhor dos Morcegos, o Barça conseguiu impor mais seu jogo e causou mais problemas para a defesa dos donos da casa. Já aos 27 minutos da etapa inicial, Lewandowski – sempre ele – recebeu um lançamento dentro da área. O polonês armou um lindo voleio, que saiu como uma bomba de seus pés. Entretanto, o arqueiro conseguiu espalmar.

Em bola trabalhada na esquerda aos 33 minutos, ela foi rolada da linha de fundo para a entrada da área. Pedri não pensou duas vezes e arriscou uma finalização forte de primeira, mas o chute passou por cima do gol. Depois disso, a partida ficou truncada e sem chances claras de gol. Por isso, Valencia e Barcelona foram para os vestiários sem abrir o marcador.

Xavineta entrou em ação, mas…

Se a etapa inicial ficou marcada pelo equilíbrio, o começo do 2º tempo mostrou que a Xavineta ainda está viva, já que o Barça colocou os Morcegos no bolso. Logo no primeiro minuto, Araujo fez um lançamento da defesa para Lewandowski, que arriscou a finalização de fora da área. A bola pingou na frente do goleiro e saiu pela linha de fundo.

Aos seis minutos, Cancelo avançou com a bola pela direita e cruzou rasteira para a entrada da área, encontrando Gundogan. Ele chutou de primeira e de chapa para o gol, mas ela passou pelo lado da trave. Após tanto maturar, o gol do Barcelona finalmente saiu três minutos depois, em um momento que o Valencia parecia ainda não ter voltado dos vestiários.

Em bela jogada trabalhada, De Jong lançou uma bola de três dedos com estilo para Raphinha, que recebeu sozinho perto da linha de fundo para cruzar por baixo. O brasileiro encontrou João Félix quase embaixo das traves, que só teve o trabalho de dar um toquinho para balançar as redes. E a equipe de Xavi não parou de atacar mesmo com a vantagem no marcador.

Já aos 21 minutos, Raphinha fez uma grande jogada na linha de fundo pela direita, com direito a drible da vaca no marcador, para mandar uma bomba de dentro da área para o gol. Contudo, Mamardashvili conseguiu fazer a defesa. Só que um raro momento dos Morcegos com a posse da bola foi suficiente para jogar um balde de água fria no Barça.

Três minutos depois, o Valencia tentou cruzar uma bola da direita para a área, mas ela foi afastada pela defesa do Barcelona. Na meia-lua, Hugo Duro dominou a sobra, limpou o marcador com um corte e finalizou colocado no gol, entrando no ângulo sem chances para Peña. Com o empate, a equipe de Xavi Hernández partiu para o ataque novamente em busca dos três pontos.

Aos 27 minutos, De Jong lançou uma bola alta da intermediária para Ferran Torres que, livre dentro da grande área, chutou. Entretanto, a bola explodiu no arqueiro dos Morcegos. Já aos 36 minutos da etapa final, o Barcelona quase voltou a ficar à frente na partida, Raphinha recebeu belíssima enfiada de bola por baixo e entrou sozinho na área.

O brasileiro ficou cara a cara com o goleiro e finalizou, mas foi parado por Mamardashvili. Contudo, a bola ficou viva e Raphinha tentou mandar para o fundo da rede dentro da pequena área. E isso só não aconteceu graças à defesa, que tirou em cima da linha. E foi isso, mesmo com a pressão do Barça, o 1 x 1 se concretizou.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus CristianiniRedator

Jornalista formado pela Unesp, com passagens por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia. Na Trivela, é redator de futebol nacional e internacional.
Botão Voltar ao topo