Concacaf

Produtos de exportação: conheça os técnicos brasileiros que disputam a liderança no México

André Jardine, do América, e Gustavo Leal, do Atletico de San Luis, brigam pelo topo no Campeonato Mexicano

O futebol brasileiro se vê imerso em discussões calorosas sobre a qualidades dos nossos treinadores, diante de uma “invasão” de técnicos estrangeiros nos últimos anos. Hoje, metade das equipes da Série A do Brasileirão é comandada por profissionais de fora do país, e Fernando Diniz, do Fluminense, é o único representante tupiniquim no G4.

No México, porém, são dois brasileiros que reinam soberanos na ponta do campeonato local. Em um momento em que nunca se importou tantos treinadores no Brasil, o país também “exporta” dois jovens treinadores que disputam a liderança no Campeonato Mexicano: André Jardine, do América, e Gustavo Leal, do Atletico de San Luis.

Os dois são velhos conhecidos. Leal virou auxiliar de Jardine na seleção brasileira que conquistou o ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021. Ele acompanhou o treinador em seu trabalho no San Luis e assumiu a equipe quando o “ex-chefe” foi contratado pelo América.

América de Jardine vira líder na madrugada

Já era a madrugada desta quinta-feira (21) no Brasil, quando as Águilas de Jardine assumiram a liderança. O América venceu o Querétaro por 2 a 1 em jogo atrasado da segunda rodada e ultrapassou o San Luis na ponta da tabela. A diferença entre os dois clubes, aliás, é de apenas um ponto.

– É inegável que é uma sensação boa chegar à liderança, não imaginava que isso acontecesse tão cedo. Fico feliz por termos conseguido os pontos que nos colocam nessa posição, mas há muito a crescer ainda como equipe. Precisamos aumentar o poderio ofensivo e ter os pés no chão, sabendo que temos potencial para jogar ainda melhor. Por enquanto, ficamos contentes em olhar para a tabela e ver o América na primeira posição – disse Jardine.

Jardine é o líder da Liga MX no comando do AMérica (Foto: Divulgação/América)

Jardine assumiu o América na metade deste ano. Foi justamente seu trabalho anterior pelo San Luis que chamou atenção do clube que é o maior campeão da Liga MX. Em três temporadas, o treinador conseguiu classificar o San Luis duas vezes para a Liguilla – os mata-matas do Campeonato Mexicano, com os oito melhores classificados da primeira fase. Trata-se de um feito até então inédito para a equipe.

– Temos muita margem de crescimento ainda em termos coletivos. Os jogadores estão se adaptando ao jogo que queremos e ainda falta para que estejamos em nosso nível máximo. O que temos hoje é algo muito bom, animador. Este elenco é muito forte, tem muita qualidade, mas creio realmente que podemos ainda elevar muito nosso próprio nível. Vamos trabalhar para encontrar o melhor jogo e nos fortalecermos como time – resssalta o treinador.

Da dupla, Jardine é o mais conhecido no futebol brasileiro. Aos 44 anos, o técnico coleciona títulos nas categorias de base do São Paulo. E inclusive já comandou a equipe principal do Tricolor antes de conquistar o ouro olímpico pela Seleção em 2021.

Leal já faz história pelo San Luis

Herdeiro de Jardine no San Luis, Leal já pode se orgulhar de ter feito história no comando da equipe. O brasileiro levou o clube à liderança da Liga MX pela primeira vez em seus breves 10 anos desde a fundação. O caçula do futebol mexicano conquistou o acesso à elite nacional em 2019.

– Tendo trabalhado por alguns anos com o Jardine, sempre soube que não demoraria para vermos um América com a cara dele. O André é um cara muito bom, que eu gosto muito e que merece o sucesso. É claro que ainda falta muita coisa, mas fico sim feliz de hoje olhar para a tabela e ver essa dobradinha – elogiou Gustavo Leal.

Gustavo Leal já fez história no comando do Atletico San Luis (Foto: Divulgação/San Luis

Gustavo Leal tem apenas 36 anos e também se notabiliza por seu trabalho nas categorias de base. Ele esteve à frente do Fluminense nas categorias sub-15, sub-16, sub-17 e sub-20, além de ter liderado um projeto do clube na Eslováquia. O técnico passou a trabalhar com Jardine, como auxiliar, na disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

O Atlético de San Luis pode retomar a liderança já nesta sexta-feira, quando recebe o Mazatlán em casa, pela 9ª rodada do Apertura. Para isso, a equipe precisa vencer a partida. E depois, restará “secar” o América no domingo. Os comandados de André Jardine enfrentam o Pachuca fora de casa.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo DecontoSetorista

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo